Principais inimigos do estudo

Muitos estudantes se queixam de não conseguirem estudar, nem cumprir todos os compromissos escolares. Outros afirmam que mesmo se esforçando, não atingem o resultado desejado. Mas, às vezes, os estudantes simplesmente não se dão conta que pequenos detalhes do dia-a-dia são os responsáveis pelo baixo rendimento do tempo de estudo. Veja abaixo a lista dos principais inimigos do estudo e elimine-os de sua vida:

A procrastinação é um dos piores inimigos do estudo. Não deixe as suas tarefas para depois! Não jogue seu tempo fora. (Foto: © iStock.com / BrianAJackson)

A procrastinação é um dos piores inimigos do estudo. Não deixe as suas tarefas para depois! Não jogue seu tempo fora. (Foto: © iStock.com / BrianAJackson)

Procrastinação

O famoso “daqui a pouco eu faço”. Todo mundo, uma hora ou outra na vida deixa alguma obrigação para depois. Às vezes nós achamos que só mais meia horinha em frente à TV ou na internet não vai fazer falta, e quando nos damos conta, lá se foram duas horas de estudo perdidas. O antídoto para isso é a disciplina. Fazer um planejamento e segui-lo à risca, evitando as escapadinhas.

Falta de sono

Um erro muito comum cometido por vários estudantes é de perder noites de sono para estudar. Muitas vezes essa prática está associada à procrastinação, dita acima, e também à falta de um plano de estudos bem elaborado. Estudar com sono ou com a mente cansada não adianta muita coisa, já que precisamos estar com a mente ativa para conseguirmos nos concentrar, bem como o sono atua como principal fator de processamento das informações na nossa memória. Ou seja, sem dormir não adianta estudar.

Leia também:

Alimentação desregrada

Comer a qualquer hora e passar muito tempo sem se alimentar afeta as nossas funções cognitivas. Precisamos estar com a alimentação em ordem para que nosso organismo responda bem a todos os estímulos, desde o estudo e até mesmo às nossas funções metabólicas. É importante comer de 3 em 3 horas e evitar alimentos gordurosos e com muito açúcar.

Desorganização

Quem nunca se pegou na situação “por onde começar”? Às vezes sabemos que precisamos estudar, mas não sabemos a disciplina, o assunto, nem como estudar. O primeiro passo para uma rotina de estudos produtiva é se organizar. Analise o seu dia-a-dia, suas necessidades, aptidões e dificuldades, e elabore um calendário de estudos. Sabendo o que precisa estudar cada dia fica mais fácil arcar com as obrigações sem cair na procrastinação.

Leia também:

Redes Sociais

Um grande inimigo da concentração e da dedicação são as redes sociais. Facebook, Twitter, WhatsApp, Instagram, entre tantas outras, são armadilhas fortíssimas contra o seu momento de estudos. Mantenha-se longe da internet e do celular enquanto estuda, reserve um momento para isso. Torne o seu horário de estudos sagrado, e não o interrompa com coisas que nada vão acrescentar ao seu aprendizado.

Barulho

Procure um local sem interferências para estudar. A sala de casa com a televisão ligada, a varanda de frente para a rua ou a cozinha com grande circulação de pessoas não são os locais mais indicados – nem mais propícios – para se concentrar. Procure um espaço isolado e silencioso, no qual você possa se concentrar e se dedicar totalmente aos estudos.

O momento de estudo deve ser encarado com seriedade e responsabilidade. Além disso, você precisa se atentar para fatores externos que podem minar sua atenção. A dedicação é o mais importante para o sucesso estudantil, mas uma ajuda dos fatores externos não faz mal. Concentre-se e bons estudos!

Arquivado em: Educação