Tomando notas das aulas

Muitos estudantes têm dúvidas e até se atrapalham na hora de anotar o conteúdo que é dado em sala de aula. Há aqueles que querem anotar tudo e não usam as anotações para nada depois, aqueles que não anotam nada e depois não sabem qual foi o assunto dado. Mas há solução. Confira a seguir algumas dicas válidas e facilitadoras para anotar apenas o que realmente vale a pena e não perder tempo na hora de prestar atenção no que importa: a explicação do professor.

Anote em tópicos

Foto: Mosborne01 [CC-BY-SA-3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0) or GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html)], via Wikimedia Commons

Foto: Mosborne01 [CC-BY-SA-3.0 or GFDL], via Wikimedia Commons

Não há necessidade de anotar tudo o que está no quadro, procure resumir os assuntos em tópicos, e depois procure o conteúdo nos livros. Assim você só reforça as ideias mais importantes e não se desliga do que o professor está falando.

Marque nos livros

Faça uma busca nos livros com base nos tópicos que você selecionou e grife as explicações mais claras e resumidas. Ao estudar desta forma, você pode fazer fichamentos com esquemas que facilitem a sua compreensão, como em tabelas de “tema”, “explicação” e, no caso das exatas “exemplo”.

Faça fichamentos

Como já dito anteriormente, os fichamentos são uma ferramenta importante na hora dos estudos. Os livros e apostilas geralmente trazem muito conteúdo, e às vezes há coisas que não necessariamente precisamos memorizar. Através dos fichamentos você filtra aquilo que é mais importante – e dá para ter essa ideia da importância de cada coisa através da explicação do professor, por isso não perca esta parte da aula! Ah, e não custa dizer: faça o fichamento à mão, assim você memoriza o conteúdo.

Tire fotos do quadro

Converse com seu professor e peça-lhe permissão para fotografar as anotações dele. Esta é uma maneira bastante eficaz de ter acesso às anotações posteriormente, principalmente para aqueles que se distraem com facilidade, pois você foca na explicação e deixa para conferir as anotações em casa. Importante: tire a foto e guarde o celular!

Prefira ouvir que escrever

Se em algum momento você está muito concentrado na explicação do professor e não consegue anotar algo, deixe passar. Ao final da aula, procure o professor e pergunte onde encontrar a referência para aquele conteúdo nos livros e apostilas, ou até mesmo na internet.

Seja adepto dos rascunhos

Ao fazer as suas anotações em sala de aula, não tente fazer letra bonita, usar canetas coloridas ou qualquer coisa do tipo, a estética não é importante neste momento, tente apenas fazer algo legível. Use um bloco de rascunho, anote apenas o que for importante e em casa aproveite para passar a limpo e memorizar. Já funciona como uma revisão.

Ilustre

Faça gráficos, desenhos, fluxogramas, etc. Essas referências mais visuais são divertidas de fazer e facilitam a memorização. Para os que possuem memória fotográfica, é ainda mais interessante.

Referencie

Faça notas de rodapé, referencie seus fichamentos e resumos com conteúdos de outras plataformas, como sites, livros e apostilas. Desta maneira você se organiza de tal forma que quando for estudar já saberá onde encontrar tudo. Além do mais, estudar desta forma é mais divertido e você já vai aprendendo a matéria aos poucos. Na véspera da prova só precisará relembrar o que for mais importante.

Arquivado em: Educação