Bismuto

Por Renato Marcondes
Os primeiros registros do bismuto datam da idade média, mas não como um elemento e sim como uma substancia. No século XVI, Georgius Agricola o nomeou de “bisemutum”, mas sendo identificado definitivamente por Claude Geoffroy Junine em 1753. E sendo confundido durante anos com o chumbo e o estanho, devido à semelhança física entre eles.

Dois cristais de bismuto, o da direita sendo praticamente 100% puro, e o da esquerda com uma leve camada de oxidação, produzindo este efeito peculiar.

O bismuto é um elemento químico pouco abundante e caro, pertencente à família 5A, com numero atômico 83, e símbolo químico Bi. Encontrando-se em temperatura ambiente na forma solida, sendo pesado e quebradiço, de cor branca. Entre os metais pesados é o menos tóxico, mas ele e seus sais podem causar danos moderados ao fígado.

Encontra se em estado livre em varias regiões do mundo como America e Ásia, sendo o Brasil pouco presente na área de produção e extração do bismuto, sendo encontrado na crusta terrestre e na forma de minerais como a bismutinita e a bismita. E também pode ser extraído no subproduto do processamento de minerais como o ouro, cobre e estanho. O bismuto pode reagir com outros elementos formando sulfetos como a bismutinita, bismutita e a bismita.

Possui pouca condutibilidade elétrica e térmica, sendo usado juntamente com ligas metálicas para soldas, e também empregadas na metalurgia do ferro e do chumbo.

São usados como componentes de produtos médicos, terapêuticos e produtos cosméticos, mas também podem ser usados para dar brilho ao esmalte, na produção de ferros maleáveis, imãs permanentes fortes formados da liga de bismuto, e em usinas nucleares como suporte para o combustível (U-235 U-233), temos ainda o cristal produzido em laboratório que é praticamente puro, mas adquire um aspecto peculiar quando exposto ao meio ambiente, surgindo uma leve camada de oxidação, que posteriormente é vendido aos aficionados, ainda possuindo este elemento outras várias aplicações.

Bibliofrafia:
http://www.tabela.oxigenio.com/outros_metais/elemento_quimico_bismuto.htm