Conjunciones Coordinantes

Este artigo trata das conjunciones coordinantes na língua espanhola. Seu equivalente em português são as conjunções coordenativas, sendo que sua classificação e emprego são bem parecidos.

Conjunções são palavras que unem dois termos de uma ou duas orações. No caso das Conjunciones Coordinantes, tais orações estabelecem uma relação de coordenação, ligando unidades equivalentes do ponto de vista sintático. Quando unidas a proposições, as conjunciones se transformam em proposiciones coordinadas ou oraciones compuestas por coordinación.

As conjunciones coordinantes são classificadas com base no tipo de relação que estabelecem a unir dois termos. São elas: consecutivas, copulativas, adversativas, disyuntivas, explicativas e distributivas.

1. Consecutivas: o segundo termo traz uma conclusão ao primeiro:

conque / luego / tan / tanto que / así que / por lo tanto, etc.

  • Pienso, luego existo. Penso, logo existo.
  • Él no lo sabe conque no metas la pata. Não sabe, portanto, não bagunce.

2. Copulativas: dão a ideia de união, adição ou conjunto, de uma forma positiva ou negativa:

y / e / ni

- No compró los libros ni los cuadernos. / No compró ni los libros ni los cuadernos. Não comprou os livros, tampouco os cadernos.

  • Amar y ser amado. Amar e ser amado

O “y” se transforma em ”e” quando vem antes de palavras começadas por “i” ou “hi”:

  • Con fuerza e impulso. Com força e impulso.

3. Adversativas: expressam oposição ou contraste. Estão divididas em dois grupos:

a) Conjunciones adversativas restrictivas:

pero / mas / aunque: indicam oposição entre dois elementos que podem, ainda assim, coexistir.

  • Me gusta el vino pero también la cerveza. Gosto de vinho, mas também de cerveja.

b) Conjunción adversativa exclusiva: sino: indica oposição entre dois elementos ou circunstâncias que são incompatíveis.

  • No es mi perro, sino el suyo. Não é meu cachorro, mas seu.

4. Disyuntivas: expressam alternância, da possibilidade de escolher uma opção, excluindo a outra:

o / ó / ni

  • Coge una manzana o una pera. Pegue uma maçã ou uma pera

A variante “u” é uma conjunción disyuntiva. Altera-se o “o” para “u” quando vier antes de “o” ou “ho”:

  • Ayer u hoy. Ontem ou hoje.
  • Dame esa botella u otra. Dê-me esta garrafa ou outra.

5. Explicativas: utilizadas para unir ideias de significado similar, mas de formato distinto, que mutuamente se explicam. As explicativas geralmente aparecem entre duas vírgulas:

o sea / esto es / es decir / mejor dicho / es más

  • Se fue al otro mundo, es decir, se murió. Foi para o outro mundo, ou seja, morreu.

6. Distributivas: servem para indicar distribuição ou alternância, e tem como característica a repetição do termo. “Bien” y de “ya”, que eram originalmente advérbios, hoje assumem a função de conjunções:

ya...ya.../ ora...ora.../ bien...bien...

  • Ya en la pobreza, ya en la riqueza, somos dos. Seja na pobreza ou na riqueza, somos dois.
  • Podemos encontrarnos bien en la plaza, bien en el bar. Podemos nos encontrar tanto na praça como no bar.

Bibliografia:
Conjunciones Coordinantes. Disponível em: < http://www.123teachme.com/learn_spanish/sp_conjunciones_coordinantes >. Acesso: 19/05/13.
Las conjunciones Coordinantes. Disponível em: < http://www.practicaespanol.com/es/conjunciones-coordinantes/art/3711/ >. Acesso: 19/05/13.
Las conjunciones Coordinantes. Disponível em: < http://www.guiapraticodeespanhol.com.br/2011/03/las-conjunciones-coordinantes.html >. Acesso: 19/05/13.

Arquivado em: Espanhol