Atletismo

Considerado o esporte mais antigo da história, o Atletismo tem sua origem na primeira edição do Jogos Olímpicos em 776 a.C. Apesar de existirem algumas evidências de sua execução no Antigo Egito e no Oriente há 5 mil anos. Coroebus foi o primeiro vencedor em uma prova de corrida olímpica, cerca de 190 metros de distância.

Foi na Inglaterra, durante o século XIX, que a modalidade ganhou sua diversidade atual. Isso depois das escolas militares adotarem como rotina em sua grade curricular, o que mais tarde desencadeou em competições, estendidas para as grandes potências mundiais, como o Estados Unidos.

Após o início dos Jogos Olímpicos da Era Moderna no ano de 1896, a categoria conquistou seu prestígio com o passar dos anos e precisamente em 1912, foi necessário criar uma organização, a IAAF (Associação Internacional de Federações de Atletismo), por conta da magnitude que se tornou.

O Atletismo chegou em terras brasileiras no final do século XIX, em seguida, o Brasil teve sua primeira participação nas Olimpíadas de Paris 1924. Criou-se um torneio nacional um ano após, fundando somente em 1977, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

A maioria dos embates ocorrem dentro de um estádio, no campo e na pista, com modalidades distintas acontecendo simultaneamente. Com 400m de extensão, a pista oval carrega consigo a principal regra da competição: Não é permitido queimar a largada.

Vejamos então como Atletismo se divide:

Corrida de velocidade

  • 100m, 200m e 400m rasos;
  • Corrida com barreira, 100m feminino, 110m masculino e 400m;
  • Revezamento 4x100m e 4x400m, com 20m de área para passar o bastão.

Meio-fundo: 800m e 1500m.

Fundo: 3.000m com obstáculos, 5.000m e 10.000m.

Nas categorias de fundo e meio fundo, os atletas não são obrigados a correr em sua raia.

Maratona: 42.195 m, prova realizada na rua.

Marcha Atlética: 50km masculino e 20km para ambos, é necessário manter sempre um dos pés ao solo até o término da passada. Podendo sofre até duas advertências caso infrinja a regra.

Salto em distância: Salta-se na maior distância possível, em uma pista de ao menos 40 metros.

Salto triplo: Caracteriza-se por 3 passadas na execução antes de saltar.

Salto em altura: Após determinar a altura do sarrafo, o atleta deve saltar sem derrubá-lo, a cada rodada a barra aumenta 3 centímetros.

Salto com vara: Similar ao anterior, entretanto nessa modalidade existe o auxílio de uma vara de 4 metros de comprimento.

Arremesso de peso: O peso de 7,26kg no masculino e 4kg no feminino é lançando o mais longe possível.

Lançamento de disco: No masculino, o metal possui no máximo 221mm de diâmetro com 2 kg. Um pouco menor no feminino com 182mm, pesando 1kg.

Lançamento de dardo: Com objetivo de lançar em um espaço determinado de 90m, o dardo contém medidas mínimas de 260cm no masculino e 220cm no feminino.

Lançamento de martelo: Constituído de matérias como ferro e metal, o instrumento é arremessado através de movimentos circulares para o impulso, com um peso de 7,26kg e medida máxima de 1,2m.

Heptatlo: Exclusiva para a mulheres, caracteriza em um conjunto de sete modalidades, com 200m e 800m de corrida, 100m com barreiras, salto em altura, salto em distância, arremesso de peso e lançamento de dardo.

Decatlo: Praticada somente pelos homens, une dez disputas distintas, são elas: 100m, 400m e 1500m rasos, 110m com barreiras, salto em distância, arremesso de peso, salto e altura, lançamento de disco, salto com vara e lançamento de dardo.

Referências bibliográficas:
http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/olimpiadas/modalidades/atletismo
http://www.cbat.org.br/acbat/historico.asp

Arquivado em: Atletismo, Esportes