Handebol

Por Ana Paula de Araújo
O esporte, ao contrário do vôlei e do basquete, não possui inventor ou data de criação. Efetivamente, desde a Grécia Antiga, e também na antiga Roma, se tem notícias de jogos que eram praticados com uma bola, utilizando apenas as mãos. Na Europa, durante a Idade Média, da mesma forma são encontrados outros jogos que se assemelham ao handebol e que serviam para divertir e pôr em forma muitas pessoas que já apreciavam os diversos esportes que faziam uso da bola.

Foram criados vários jogos, em vários locais do mundo, com objetivos e nomes diferentes, mas que se assemelhavam ao Handebol jogado hoje. Porém, oficialmente o jogo foi iniciado por Hirschmann, em 1912 na Alemanha, com o nome de Raftball. Logo depois, em 1919, um outro alemão, Karl Schelenz, reformulou o jogo rebatizando-o de Handball.

O jogo passou a ser competido com um time de onze jogadores e as regras foram oficializadas pela Federação Alemã de Ginástica. Em 1920 o jogo tornou-se oficial.

Em 1936 o esporte, jogado na grama, foi incluído nos Jogos Olímpicos de Berlin. Porém, aos poucos foi sendo substituído pelo Handebol a 7, ou seja, uma variação do jogo que havia sido criada pelos Tchecos e que era praticada com sete jogadores, em quadra e não em gramado. Este jogo era chamado pelos Tchecos de Hazena, mas ficou conhecido mundialmente como Handebol.

Em 1972 o jogo foi incluído nos Jogos Olímpicos de Berlin apenas com a categoria masculina, mas em 1976 a categoria feminina foi também incluída em Montrela-Canadá.

No Brasil, o handebol de salão foi oficializado apenas em 1954. Viera para o país por meio de imigrantes alemães, logo após a I Guerra Mundial. Como os alemães eram acostumados a jogar a modalidade em campo, foi assim que ela se popularizou a princípio. Em São Paulo, especificamente, foi o local onde teve melhor aceitação, chegando a oficializar-se através da fundação da Federação Paulista de Handebol em 1940.

Em 1º de Agosto de 2005 entraram em vigor as novas regras do jogo que são válidas até hoje. Vejamos algumas delas:

- A quadra de jogo mede 40 metros de comprimento por 20 metros de largura. A linha maior é chamada de linha lateral e a menor de linha do gol, na qual encontra-se a baliza. A quadra divide-se em duas áreas de gol e uma área de jogo.

- A baliza fica fixada no centro da linha do gol e mede 2m de altura por 3m de largura.

- A partida é dividida em dois tempos de 30 minutos, com o intervalo de 10 minutos entre eles. A prorrogação consiste em dois tempos de 5 minutos com intervalo de 1 minuto entre eles.

- O time deve ser composto por 14 jogadores, 7 em campo e 7 reservas. As substituições podem ser feitas freqüentemente durante o jogo, sem necessidade de informar ao juiz, contanto que o jogador a ser substituído não esteja mais em campo e que a troca seja feita na área de substituição.

- O goleiro pode tocar a bola com qualquer parte do corpo quando estiver fazendo a defesa. Dentro da área de gol, ele pode manusear a bola da maneira que quiser. É permitido também que ele abandone a área do gol (sem a bola) e jogue normalmente na área de jogo. Ele não tem permissão, no entanto, de trazer a bola para dentro da área de gol, de maneira nenhuma. Só ao goleiro é permitida a entrada na área de gol, exceto depois que o jogador já arremessou a bola para o gol.

- O jogador não pode tocar a bola com os pés. Ele tem o máximo de três segundos de posse da bola, após esse tempo o jogador deve passar a bola. Um jogador pode dar no máximo três passos com a posse da bola.

Além das que citamos acima o jogo de handebol possui muitas outras regras. Talvez por isso ele seja tão apreciado atualmente, pois além de ser um jogo de agilidade e muita adrenalina é um esporte que exige atenção e disciplina. Apesar de ser um jogo coletivo e de contato corporal não tende a usar de violência, como alguns esportes o fazem.