Pentatlo moderno

Pós-graduação lato sensu em Jornalismo (Faculdade Cásper Líbero, 2014)
Graduação em Educação Física (Complexo Educacional FMU, 2007)

Em todas as provas que consiste o Pentatlo Moderno, há um envolvimento das técnicas de treinamento de soldados. A modalidade surgiu desde a Grécia Antiga e ingressou nos Jogos Olímpicos em 708 a.C. Apesar de sofrer modificações com o tempo as disputas não perderam sua essência militar, com provas de natação, hipismo, esgrima, corrida e tiro a lazer.

Os grandes praticantes e responsáveis pela inclusão nas Olimpíadas foram os espartanos, que já utilizavam as provas na formação de combatentes. O atleta que triunfasse todas as disputas na época, era visto como o grande vencedor dos jogos.

O Pentatlo era composto de corrida, salto em distância, lançamentos de disco, arremesso de dardo, salto em altura e luta. As provas aconteciam em dias diferentes de forma eliminatória, quando restassem apenas dois participantes o vencedor seria definido através da luta.

No final do século XIX, um oficial sueco montou outros tipos de provas para a modalidade, seu objetivo era demostrar como seria uma infiltração de um militar em terras inimigas. O atleta iniciava cavalgando sobre o cavalo, em seguida praticava o tiro, embates de esgrima, nadava e finalizava correndo.

Começava então o Pentatlo Moderno, que obteve sua inclusão no Jogos Olímpicos da modernidade em Estocolmo 1912. Barão de Coubertin, responsável pela reabertura dos jogos, acreditava na importância da modalidade para o evento, inclusive que seria considerada a principal disputa. Apesar de ainda não ser grande como já foi um dia, não se pode negar que o Pentatlo é a categoria mais bem completa dos esportes olímpicos, onde requer do atleta diversas habilidades.

As provas começaram a serem disputas todas em um só dia a partir da edição dos jogos de Atlanta, no ano de 1996. A intenção era proporcionar maior interesse do público, já que o atleta deveria passar por diferentes esportes e chegar em primeiro. Quatro anos mais tarde, na cidade de Sidney, 36 mulheres puderam participar do evento pela primeira vez.

Os esportes praticados e sua ordem de execução dispõem-se da seguinte forma:

  • 1ª etapa Esgrima: Todos os atletas se enfrentam em disputas com duração de um minuto cada. Com a espada é necessário encostá-la no adversário em qualquer região do corpo para somar pontos, que só serão perdidos na hipótese de o competidor sair da pista, virar as costas para o oponente ou uma jogada perigosa. Caso o pentatleta triunfe em 70% dos embates computa-se 1000 pontos.
  • 2ª etapa Natação: Uma prova onde o que conta é o tempo. O atleta nada 200 metros livre o mais rápido possível. As faltas nestas disputas, com perda de 10 pontos, são de escapar na saída da prova, também de não tocar a parede da piscina no momento da virada e ao contrário deste é tocar no fundo da piscina.
  • 3ª etapa Hipismo: O trajeto percorrido é de 350 a 450 metros com 12 obstáculos. Os tempos para execução são de 1min e 1min17s. A escolha dos cavalos ocorre através de sorteios, que acontece pela ordem de classificação das duas outras provas. encerra-se a prova na segunda queda do competidor.
  • 4ª e 5ª etapas Corrida e Tiro a laser (Evento combinado): São quatro ciclos intercalando corrida e tiro. Um percurso de 3200 metros onde a cada 800 metros para-se para os disparos. Deve-se acertar cinco vezes o alvo que fica posicionado a 10 metros de distância segurando a arma com apenas uma das mãos. O pentatleta possui o tempo máximo de 50 segundos para acertar. A ordem de largada é definida conforme o resultado das provas anteriores, os pontos de diferença entre os competidores, determina os segundos entre eles.

Referências Bibliográficas:
http://www.pentatlo.org.br/pm_modalidades.php
http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/olimpiadas/modalidades/pentatlo-moderno
https://www.cob.org.br/pt/Esportes/pentatlo-moderno

Arquivado em: Esportes