Turquia

A República da Turquia (Türkiye Cumhuriyeti, em turco) é uma nação independente localizada entre a Europa e a Ásia. Com uma área de 783.562 km², seu tamanho é a combinação dos estados da Bahia e Piauí juntos. A Turquia conta com uma população atual de cerca de 73 milhões e 600 mil habitantes. A língua oficial do país é o turco e a sua capital é Ancara, no centro de seu território. A moeda é a lira turca. A maioria de seus nacionais segue o islamismo (cerca de 99% da população é muçulmana).

A moderna Turquia engloba movimentados centros cosmopolitas, vilas agrícolas pastorais, terrenos baldios áridos, o litoral do Mar Egeu além de regiões íngremes de montanhas. Mais de 70% da população turca vive em áreas urbanas que justapõem estilos de vida ocidentais, com formas mais tradicionais.

O Estado turco é oficialmente secular (destacado da religião) desde 1924. Há pelo menos 12 milhões de cidadãos turcos que afirmam ter uma identidade curda, tornando esta a mais importante minoria étnica da Turquia. Mustafa Kemal, celebrado herói da Primeira Guerra Mundial e mais tarde conhecido como "Ataturk" ou "pai dos turcos", liderou a fundação da República da Turquia em 1923, após o colapso do envelhecido Império Otomano. O império, que em seu auge controlou vastas extensões do norte da África, sudeste da Europa e Ásia ocidental, não conseguiu acompanhar os desenvolvimentos sociais e tecnológicos dos europeus. Derrotada, despojada de grande parte de seu antigo território, e ocupada parcialmente pelas forças vitoriosas, a estrutura otomana foi repudiada pelos nacionalistas turcos liderados por Ataturk. Os nacionalistas expulsaram as forças invasoras da Anatólia por meio de uma guerra, e após a proclamação da República da Turquia, o sultanato e o califado foram abolidos.

Na era pós-Ataturk, e especialmente após um golpe militar ocorrido em 1960, a ideologia do pai dos turcos veio a ser conhecido como "kemalismo" e suas reformas começaram a ser referido como "revoluções". Os principais elementos do kemalismo são o secularismo, o nacionalismo, o estatismo, e identificação com a Europa. Todos esses conceitos são objeto de intenso debate na Turquia de hoje.

Pouco antes do fim da Segunda Guerra Mundial, a Turquia adere aos aliados, e torna-se membro fundador da Organização das Nações Unidas. Depois de participar com as forças das Nações Unidas na Guerra da Coreia em 1952, a Turquia ingressou na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Atualmente, o país tenta avidamente ser aceito como membro da União Europeia. As reformas sociais, políticas, linguísticas e econômicas decretadas por Ataturk a partir de 1924-1934 continuam como a base ideológica da Turquia moderna.

Bibliografia:
Background Note: Turkey (em inglês). Disponível em: <http://www.state.gov/r/pa/ei/bgn/3432.htm>. Acesso em: 26 ago. 2012
Turkey country profile (em inglês). Disponível em: <http://news.bbc.co.uk/2/hi/europe/country_profiles/1022222.stm>. Acesso em: 26 ago. 2012.

Arquivado em: Ásia, Europa