MSL (Mars Science Laboratory)

Por Emerson Santiago
Mars Science Laboratory é um projeto coordenado pela NASA, e que tem o objetivo de explorar a superfície de Marte. A missão é realizada em parceria com o Jet Propulsion Laboratory de Pasadena, Califórnia, responsável pelo projeto do rover Curiosity. Assim como seus antecessores, o Pathfinder, o Spirit e o Opportunity, o Curiosity é dotado de motor e rodas que permitem sua locomoção por território marciano, estudando, catalogando e enviando imagens à Terra da superfície do planeta vermelho. Lançada a 26 de novembro de 2011, a nave espacial Mars Science Laboratory deixou o rover Curiosity na área de Marte pré-estabelecida às 05:17:57 do dia 6 de agosto de 2012.

O Curiosity leva 10 instrumentos científicos com uma massa total de 15 vezes maior do que as cargas comportadas pelos rovers lançados anteriormente. Algumas das ferramentas, como a arma de laser, destinada a pulverizar as rochas de modo que se possa estudar suas composição elementar, são os primeiros deste tipo em Marte. O Curiosity irá usar ainda uma broca e uma pá, que estão localizados na extremidade do seu braço robótico, para recolher amostras de solo e partículas pulverizadas de interiores de rocha, para em seguida selecionar e dividir estas amostras em meio aos seus instrumentos de análise.

De acordo com os projetistas do JPL, o projeto Mars Science Laboratory foi pensado desde o início para ser capaz de atualizar o próprio software uma vez em território marciano, conforme a necessidade das diferentes fases da missão. O Curiosity, em sua operação de pouso no planeta utilizava um software dotado de certos utilitários que, uma vez concluída a tarefa, não são mais necessários. Assim, o robô irá passar por um verdadeiro "transplante de cérebro," que irá ocorrer durante uma série de etapas entre os dias 10 e 13 de agosto, e acarretará na instalação de uma nova versão de software nos computadores principais do rover, permitindo atualizar suas funções e torná-lo mais dinâmico e muito mais útil nas operações de coleta e pesquisa. Este software para operações na superfície de Marte foi carregado para a memória do robô durante o vôo da nave espacial Mars Science Laboratory que acabara de decolar da Terra.

Um dos principais recursos presentes no software do Curiosity é o processamento de imagem para verificar se há obstáculos, permitindo uma maior autonomia para identificar e evitar potenciais riscos ao equipamento, e em última instância, impedir que este fique preso nos bancos de areia de Marte, assim como ocorreu com o rover Spirit.

Bibliografia:
WEBSTER, Guy; BROWN, Dwayne. NASA Curiosity Mars Rover Installing Smarts For Driving (em inglês). Disponível em: <http://mars.jpl.nasa.gov/msl/news/whatsnew/index.cfm?FuseAction=ShowNews&NewsID=1302>. Acesso em: 12 ago. 2012.