Robôs Spirit e Opportunity

Por Emerson Santiago
Os robôs Spirit e Opportunity (referidos em inglês pelo termo "Mars Exploration Rovers") fazem parte de uma missão espacial de exploração da superfície e geologia do planeta Marte, e que ainda se encontra em andamento. Lançada pela NASA em 2003, a missão atingiu o planeta vermelho em janeiro de 2004. Dotados de motor e rodas, os robôs foram projetados para percorrer a superfície de Marte e pesquisar e classificar o maior número possível de rochas e solos que possam dar qualquer pista sobre uma possível existência de água no planeta. O Opportunity "aterrissou" na cratera marciana de Eagle a 25 de janeiro de 2004, três semanas após o Spirit, que aterrissou do outro lado do planeta. Na verdade os rovers não "pousaram" como a missão MSL (Mars Science Laboratory - Curiosity), e sim caíram do espaço, com o impacto sendo absorvido por grandes bolsas de gás.

Ambos cumpriram um itinerário muito maior do que o projetado, que previa apenas três meses de explorações para cada robô, mas ainda não se depararam com água. Acredita-se que a pressão atmosférica, por ser muito baixa, causou a evaporação total do líquido na superfície marciana, mas sua presença, mesmo em calotas polares ou em rios subterrâneos ainda não foi comprovada.

Ao todo, os robôs percorreram mais de 21 quilômetros e recolheram mais de 250 mil imagens e 36 mil gigabytes de dados. Em solo marciano, subiram colinas e desceram para dentro de crateras, lutaram para se libertar de areias, além de enfrentarem os problemas causados pelo desgaste dos materiais de que são feitos.

Os robôs foram dotados de equipamentos extremamente sensíveis, que permitem o registro de pequenos terremotos. Sua tecnologia permite obter informações sobre o núcleo do planeta, se este é ativo ou se já foi transformado em uma grande bola de pedra congelada, como no caso da Lua. Seus braços mecânicos contam até mesmo com um polidor de rochas, e são projetados para analisar os elementos químicos do solo. Além de tudo isso, Spirit e Opportunity possuem instrumentos óticos, que permitem analisar a composição da atmosfera. Assim, é possível compreender, por exemplo, porque a temperatura de Marte é tão instável, pois, em um dia comum, os termômetros variam até 90 graus. Em 1 de maio de 2009, o Spirit ficou preso em um platô, com duas de suas seis rodas destruídas. Os operadores da NASA tentaram por nove meses enviar comandos que fizessem com que este se livrasse do obstáculo, mas desistiram, e passaram a utilizá-lo como plataforma estacionária. Lá, o Spirit acabou encontrando sílica, composto químico que preserva comunidades bacterianas ricas em energia. Sua transmissão final ocorreu a 22 de março de 2010.

O Opportunity continua até hoje a sua caminhada pela outra extremidade de Marte. A NASA ainda não busca sinais de vida no planeta vizinho, mas, em quase oito anos de exploração, os robôs encontraram evidências de que as regiões por onde caminharam já foram habitáveis, ao menos por microorganismos.

Bibliografia:
Há seis anos em Marte, os robôs Spirit e Opportunity, que buscam água no planeta, terão... Disponível em: <http://oglobo.globo.com/ciencia/ha-seis-anos-em-marte-os-robos-spirit-opportunity-que-buscam-agua-no-planeta-terao-3055776>. Acesso em: 12 ago. 2012.

Spirit e Opportunity completam cinco anos em Marte. Disponível em: http://www.apolo11.com/opportunity_2.php?titulo=Spirit_e_Opportunity_completam_cinco_anos_em_Marte&posic=dat_20090105-082207.inc. Acesso em: 12 ago. 2012.

Robô Opportunity completa 8 anos de missão em Marte. Disponível em: http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5575936-EI301,00-Robo+Opportunity+completa+anos+de+missao+em+Marte.html. Acesso em: 12 ago. 2012.