Materialismo

De acordo com a definição do iDicionário Aulete, materialismo é a “corrente de pensamento que afirma a precedência da matéria sobre o espírito ou a mente, e que constitui a base de várias escolas filosóficas, desde os antigos gregos até a época atual" ou "no pensamento marxista, aquilo que é necessário à sobrevivência do homem em sociedade (alimentação, moradia, trabalho etc.) e que fundamenta a estrutura econômica da sociedade organizada".

A criação do termo materialismo remete ao ano de 1702, quando foi alcunhado por Gottfried Leibniz, um diplomata, matemático, cientista e filósofo de origem alemã. Em 1748, o termo é reivindicado por La Mettrie, filósofo e médico francês considerado pioneiro a escrever sobre o materialismo durante o período iluminista. Apesar disso, no que se refere à concepção primeira da ideia de materialismo, considera-se os estoicos, Lucrécio, Epicuro, Leucipo e Demócrito como os primeiros filósofos materialistas.

No caso de Demócrito, suas teorias sobre o atomismo tiveram influência direta em Platão no que se refere à sua teoria dos elementos; éter, terra, água, ar e fogo, que foram identificados como polígonos regulares em sua forma atômica, respectivamente, dodecaedro, cubo, icosaedro, octaedro, tetraedro. Na leitura do materialismo científico, o pensamento tem relação com fatos puramente materiais (mecânicos em sua essência) ou compõem epifenômeno.

Segundo as ideias da filosofia marxista, que tem como expoentes os pensadores Karl Marx e Friedrich Engels, há o materialismo dialético, propondo que os fenômenos físicos, o ambiente e os organismos moldam a cultura, a sociedade, os animais e seres humanos, sendo também modificados por eles. Desta forma, a teoria implica que o material está relacionado de forma dialética com o social e psicológico.

Ainda de acordo com os marxistas, o materialismo histórico indica que o conjunto da vida em sociedade, tanto nos aspectos espirituais quanto políticos, é determinado pela forma de produção da vida material. Ou seja, é uma maneira de compreender a história  e analisar as evoluções e lutas no setor econômico e político. Tais definições do materialismo podem ser encontradas nas obras “O Capital”, de Karl Marx e “Do socialismo Utópico ao Socialismo Científico”, de Friedrich Engels.

Em outra concepção, o termo materialismo é comumente utilizado para definir o comportamento de pessoas que se apegam aos prazeres, valores e bens materiais. No que se refere às artes, o materialismo é um tendência que indica a representação sensual e realista das coisas.

Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Materialismo

http://aulete.uol.com.br/materialismo

http://www.pstu.org.br/biblioteca/engels_socialismo_utopico.pdf

AZEVEDO, Antonio Carlos do Amaral. Dicionário de nomes, termos e conceitos históricos. 3ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

Arquivado em: Filosofia