Empuxo

Por Thomas Carvalho
Ao mergulharmos um corpo em um líquido sentimos que este corpo está “mais leve”, entretanto sua massa permanece constante e a atração gravitacional sobre ele é sempre a mesma.

Quem pela primeira vez verificou este fato foi o físico grego Arquimedes (282-212 a.C.), a história conta que em seu famoso banho ao descobrir como solucionar o problema do “peso” da coroa saiu nu pelas ruas da cidade gritando “eureca, eureca!”.

A verificação da existência então da força de um líquido veio daí.

Quando um corpo está mergulhado em um líquido seu peso será um peso aparente devido à força do empuxo que o líquido faz sobre ele.

Fr = P – E, sendo Fr a força resultante, P o peso do bloco, e E o empuxo aplicado pelo líquido.

O líquido exercerá no corpo uma força de empuxo E que será vertical , para cima e de intensidade igual ao peso do líquido deslocado.

Teorema de Arquimedes

Todo corpo sólido mergulhado num fluido em equilíbrio recebe uma força de direção vertical e sentido de baixo para cima de intensidade igual ao peso do líquido deslocado.

Assim a intensidade do empuxo será dada por:

E = P = m.g

dl = ml/Vl, densidade de um líquido.

E = dl.Vl.g