Terceira Lei de Newton (princípio da ação e reação)

Graduação em Física (USP, 2013)

Quando um jogador de futebol cabeceia uma bola, ele consegue mudar a trajetória da mesma pois exerce uma força sobre ela. No entanto é razoável pensar que a bola também exerce uma força sobre a cabeça do jogador, afinal ele sente o impacto da bola. Ao sentar sobre uma cadeira, a gravidade exerce uma força sobre nós da mesma forma que cadeira também o faz, pois não atravessamos a cadeira e caímos no chão – a cadeira nos “segura”.

Então, podemos concluir que cada vez que um corpo A exerce uma força sobre um corpo B, este mesmo corpo B exerce uma força sobre o corpo A. Essa, então é a Terceira Lei de Newton (ou princípio da ação e reação).

“A toda ação sempre há uma reação de mesma intensidade e direção, porém sentidos opostos.”

A força normal é um exemplo de ação e reação:

A Terra exerce uma atração em todos os corpos que estão em sua superfície (ou próximo à sua superfície) assim como os corpos atraem a Terra para si com a mesma intensidade e sentido oposto. Como as forças são aplicadas em corpos diferentes, sofrem efeitos diferentes – apesar se também atrairmos a Terra para nós, somos nós que caímos sobre a Terra quando tropeçamos, por exemplo, e não a Terra que vai ao nosso encontro.

Uma das forças de reação mais importantes na dinâmica é a força normal. Ou mais formalmente chamada de reação normal do apoio.

Como o nome diz, a força normal é uma reação quando um corpo está apoiado em outro. Assim, se estamos sentados em uma cadeira, há a força peso nos puxando para o chão e há a normal como reação entre nós e a cadeira. E esta força é normal (ou seja, é perpendicular, forma um ângulo de 90°) ao ponto de contato.

Assista a aula abaixo sobre a Terceira Lei de Newton, produzida pela Khan Academy e traduzido para o português pela Fundação Lemann.

Arquivado em: Física