Fotômetro

O fotômetro é um aparelho utilizado na fotografia e no cinema para medir a intensidade da luz, podendo assim o profissional ajustar a câmera às suas necessidades e conseguir bons filmes ou imagens. O fotômetro converte a luz em corrente elétrica, fazendo assim, com que a medição da mesma aconteça através de valores referentes à velocidade do obturador ou à abertura do diafragma.

Os fotômetros podem ser internos, ou seja, incorporados à câmera, ou manuais, ou seja, externos à câmera. Quando os fotômetros são internos a medição da luz já leva em conta a luz que passa através da lente (TTL - through the lens), e não a luz do ambiente. Neste caso o fotômetro da câmera irá considerar apenas a luz que está sendo refletida pela lente, não sabendo a quantidade de luz que realmente incide sobre aquele objeto ou cena.

Quanto aos fotômetros manuais ou externos, a medição acontece colocando o aparelho sobre o objeto que será capturado pela câmera, e esta medição acontecerá considerando toda a luz que incide sobre tal objeto.

Os fotômetros apresentam a medição da luz através de uma escala ou com um mostrador digital, indicando a velocidade e a abertura e dando a exposição correta.

fotometro

A escala de medição pode variar entre -2EV e +2EV. O ponto 0EV indica a exposição ideal.

Os ajustes feitos na câmera, como ISO, velocidade ou abertura, podem alterar o valor da exposição mostrada no fotômetro. Caso este seja interno, o valor será alterado automaticamente.

Como utilizar o fotômetro?

Há diferentes modos de medição, para diferentes situações. Por exemplo, em cenas bem iluminadas, sem muito contraste, recomenda-se o ajuste automático ou MEDIÇÃO MÉDIA, que leva em consideração a luz incidente em toda a cena que será capturada. Já para situações de maior contraste, em que a o objeto central tem iluminação um pouco diferente do fundo recomenda-se a utilização da MEDIÇÃO CENTRALIZADA MÉDIA, que é um pouco mais precisa. E finalmente para situações em que a iluminação do fundo é muito contrastante com a iluminação do objeto principal, recomenda-se a MEDIÇÃO CENTRAL OU SPOT, que faz a medição com base na parte central do visor da câmera, desconsiderando a iluminação do restante do ambiente. Esta última medição é indicada para shows ou espetáculos teatrais, onde as luzes iluminam a frente do palco e o fundo permanece escuro.

Como compensar a exposição?

Dependendo da forma como se utiliza o fotômetro, este pode indicar uma exposição incorreta, de um modo geral, de -0.3EV até -2EV = a câmera absorverá menos luz e de +0.3EV até +2EV = a câmera absorverá mais luz. Nestes casos podemos utilizar os ajustes manuais da câmera para chegar à exposição adequada.

Através destes ajustes podemos evitar que a foto fique super ou sub-exposta, informando à câmera que a medição de luz não está correta e que portanto, ela deverá capturar uma quantidade maior ou menor de luz. Este recurso também é utilizado quando você quer mudar o “clima” da foto, criando um efeito diferente do real.

Cuidado com a interpretação errada do fotômetro!

Se um objeto for claro, a câmera não o interpretará como algo branco, e sim com excesso de luz, orientando o fotógrafo a utilizar uma configuração que resultará em uma foto escura.

Já em casos de objetos escuros, a câmera fará a interpretação inversa, considerando que a cena tem pouca luz e orientando o fotógrafo a uma configuração que resultará em um fotografia super-exposta.

Nestes casos, o fotógrafo deve ajustar a velocidade, a abertura e o ISO considerando estas falhas na medição para obter a fotografia com a exposição desejada.

Fontes:
http://ajusteofoco.blogspot.com.br/2010/12/qual-e-funcao-do-fotometro.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fot%C3%B4metro
http://www.fotografia-dg.com/fotometro-camera/

Arquivado em: Fotografia