Complemento do Nome

Por Leandro Cabral
Pode-se qualificar alguém ou alguma coisa de diferentes maneiras. Uma delas é através da utilização do complemento do nome.

O nome pode ser seguido de uma preposição (com mais freqüência a “DE”, mas também “À”, “EN”, “POUR” etc.).

+ um nome comum. Ex: un pantalon de cuir. (uma calça de couro);

+ um nome próprio. Ex: le pantalon de Milene. (, a calça de Milene);

+ um pronome. Ex: des amis à eux (os amigos deles);

+ um advérbio. Ex: le journal d’hier (o jornal de ontem);

+ um infinitivo. Ex: la joie de vivre (a alegria de viver).

* O complemento do nome pode ter sentidos muito diferentes. Ele pode exprimir:

- a matéria: un sac de soie (uma bolsa de seda);

- a possessão: la maison de Marie (a casa de Marie);

- a origem: le café du Brésil (o café do Brasil) ;

- a direção: le train pour Paris (o trem para Paris);

- o uso, a destinação: une tasse à thé (uma xícara de chá);

- o conteúdo: une tasse de thé (uma xícara de chá);

- a relação todo/parte: un litre de lait (um litro de leite);

- a causa: um geste de colère (um gesto de cólera);

- as características: une femme d’affaires (uma mulher de negócios);

- o tempo, a estação: les soldes d’été (promoção de verão);

- a duração: une minute de silence (um minuto de silêncio);

- o assunto, o autor: un tableau de Matisse, un roman de Balzac (um quadro de Matisse, um romance de Balzac);

- o objeto de uma ação: la location d’une voiture (o aluguel de um carro).

! – Atenção à diferença entre o uso, a destinação (une tasse à thé) e o conteúdo (une tasse de thé). No primeiro caso, quando se utiliza a preposição “À”, a xícara foi feita para se colocar chá, ela é específica para este fim. No segundo caso, quando se utiliza a preposição “DE”, a xícara contém chá, mesmo sendo uma xícara pequena, de café, por exemplo. No segundo caso, o que importa é o conteúdo e não a xícara, contrariamente ao primeiro caso, onde o que importa é a xícara.

! – A preposição “DE” pode ter sentidos diferentes e fazer nascer a ambigüidade. Por exemplo:

C’est un train de Paris. (É um trem de Paris). O trem vem de Paris ou vai à Paris?

Portanto deve-se prestar atenção ao contexto.