Forma Pronominal

A forma pronominal é uma forma que possui duas características básicas:

- o verbo é precedido de um pronome pessoal complemento que representa a mesma coisa ou a mesma pessoa que o sujeito;

- nos tempos compostos, o auxiliar é sempre “être”.

* Distingue-se quatro categorias de verbos pronominais:

Os verbos realmente pronominais

* Certos verbos possuem uma só forma, a pronominal. Esses verbos são frequentemente chamados “essencialmente pronominais”. É o caso de: se souvenir, s’évader (lembrar-se, evadir-se) etc.

* Certos verbos podem ter duas formas (pronominal e não pronominal), mas com uma ligeira mudança de sentido. Nesses casos, é freqüente que a preposição mude.

Ex: décider de (decidir de – não é dada nenhuma indicação sobre a maneira pela qual a decisão foi tomada).

se décider à (decidir-se a – subentendido: após certa hesitação, após ter pensado bem...).

* Certos verbos podem ter duas formas (pronominal e não pronominal, mas com sentidos totalmente diferentes).

Ex: apercevoir quelque chose / quelqu’un (ver de longe, dificilmente alguma coisa / alguém).

s'apercevoir de quelque chose, s’apercevoir que... (perceber, constatar alguma coisa, perceber, constatar que...).

Os verbos pronominais reflexivos

Nesses casos, a ação “reverte” sobre o sujeito.

Ex: Il se lève à huit heures (ele se levanta às oito horas).

* Quando o sujeito realiza a ação sobre uma parte do seu próprio corpo, não pode ser empregado o possessivo.

Ex: Il se lave les mains (ele se lava as mãos) e não: il se lave ses mains (ele se lava suas mãos).

! – O particípio passado concorda com o complemento de objeto direto localizado antes do verbo.

Os verbos pronominais recíprocos

O sujeito é sempre plural e há sempre uma idéia de reciprocidade. A ama B e B ama A.

Às vezes, um enunciado pode ser ambíguo. No exemplo a seguir o verbo pronominal é reflexivo ou recíproco?

Ex: Paul et Anne se regardent (Paul e Anne se olham).

Nesse caso, cada um pode estar olhando a si mesmo ou um ao outro. O que vai definir é o contexto em que a frase é empregada.

! – O particípio passado concorda com o complemento de objeto direto localizado antes do verbo.

Os verbos pronominais com sentido passivo

Nesses casos, o agente é considerado como pouco importante ou evidente, então, muito frequentemente ausente. O sujeito é sempre inanimado.

Ex: Le vin s’est bien vendu aujourd’hui (O vinho se vendeu bem hoje)

É claro que o vinho não se vendeu ele mesmo; ele foi vendido por alguém, mas a construção é esta.

! – O particípio passado concorda com o complemento de objeto direto localizado antes do verbo.

Arquivado em: Francês