Pronomes Relativos - Formas Simples

Por Leandro Cabral
O pronome relativo é uma palavra que substitui um nome (substantivo), outro pronome ou uma preposição inteira. Ele serve para ligar duas proposições: a proposição principal e a proposição subordinada relativa.

Geralmente, o pronome relativo deve seguir imediatamente seu antecedente, mas quando o antecedente faz parte de um complemento do nome, o relativo é separado de seu antecedente pelo verbo ou pelo complemento do nome.

O antecedente é geralmente:

- um nome ou um grupo de nome;

- um pronome pessoal ou demonstrativo;

- um advérbio de lugar;

- uma preposição inteira.

O pronome relativo toma o gênero e o número de seu antecedente. Ele toma formas diferentes segundo suas funções.

* Formas:

> QUI (que):

É um pronome relativo sujeito do verbo da proposição que segue. O antecedente pode ser algo animado ou inanimado. Ele pode ser masculino, feminino ou sem gênero determinado (neutro). Ele pode ser singular ou plural.

Ex: J’ai un ami; il vient de France. J’ai un ami qui vient de France. (Eu tenho um amigo; ele vem da França. Eu tenho um amigo que vem da França).

> QUE (QU’ + vogal) (que):

É um pronome relativo complemento de objeto direto do verbo que segue. O antecedente pode ser algo animado ou inanimado. Ele pode ser masculino, feminino ou neutro. Ele pode ser singular ou plural. O pronome relativo QUE se elide (QU’) diante de uma vogal.

Ex: J’ai un ami; je ne vois pas mon ami depuis longtemps. J’ai un ami que je ne vois pas depuis longtemps. (Eu tenho um amigo; eu não vejo meu amigo há muito tempo. Eu tenho um amigo que eu não vejo há muito tempo).

! – Atenção: como se percebe, na língua francesa existem duas formas correspondentes ao “QUE” português, por isso deve-se prestar atenção se ele é sujeito (quando utilizaremos o QUI) ou complemento de objeto direto (quando utilizaremos o QUE/QU’).

! – Atenção: somente o QUE se torna QU’ diante de uma vogal, nunca o QUI.

> OÙ (onde):

É o pronome relativo complemento de lugar ou complemento de tempo. O antecedente é sempre inanimado. Ele pode ser masculino ou feminino, singular ou plural. Ele pode estar presente sob a forma de um nome (substantivo), de um advérbio. Ele pode até mesmo estar implícito depois de certas preposições.

Ex: Ma fille part pour le Brésil ; elle passera plusieurs annés au Brésil. Ma fille part pour le Brésil où elle passera plusieurs années. (Minha filha parte para o Brasil; ela passará vários anos no Brasil. Minha filha parte para o Brasil onde ela passará vários anos.).

> DONT (do/da qual; cujo/a):

Esse pronome substitui um nome ou um pronome introduzidos pela preposição simples “DE”.

O antecedente pode ser algo animado ou inanimado; masculino, feminino ou neutro; singular ou plural.

O pronome DONT substitui:

- um nome ou um pronome complemento indireto de um verbo;

- um nome complemento de outro nome;

- um nome complemento de um adjetivo;

- um nome complemento de um substantivo de número;

- um nome subentendido.

Ex: Voici le garçon dont mon amie est amoureuse. (Eis aqui o rapaz do qual minha amiga está apaixonada).