Geografia da Guatemala

Por Fernando Rebouças
Terceiro maior país da América Central, a Guatemala possui fronteiras com o México (Norte e Oeste), Honduras, Belize e El Salvador (Leste), além com o Oceano Pacífico ao Sul. No país há a existência de lagos, cadeias, montanhas e vulcões.

Os principais campos de fósseis de dinossauros estão situados no Vale Motagua e na planície El Petén, locais em que predominam a cultura do milho e da banana.

A temperatura no país é quente nas planícies e fria nas montanhas, na área litorânea (Pacífico) o clima é tropical, cuja temperatura chega a 38 °C. Em El Petén o clima é quente.

O país possui 108.889 Km² de território, atravessado por uma cadeia montanhosa vulcânica. O ponto mais alto é do vulcão Tajumulco que possui 4.220 metros. O relevo demonstra um contraste entre as terras elevadas do centro do país e as planícies costeiras do Pacífico.

No norte da Guatemala há uma floresta tropical densa. Os rios mais importantes são o Motagua, o Usumacinta (que passa pela fronteira com o México), o Chixoy e o Sarstún. Os principais lagos são o Izabal (próximo ao mar das Caraíbas) e o Petén Itzá (situado ao centro da região de Petén.

O clima predominante no país é tropical úmido, recebendo cerca de 1.600 mm de precipitação ao ano. Nas montanhas há florestas de carvalhos, a fauna é composta principalmente por cervos, macacos e pecaris.

Há também jaguar, tapir e o puma. Em alguns rios há a incidência de crocodilos. O símbolo do país é a ave quetzal. O solo da Guatemala é fértil e serve de base para as atividades agrícolas. Há ainda cobertura de petróleo, níquel, chumbo, zinco, cobre, antimônio e tungstênio.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Guatemala
http://www.voyagesphotosmanu.com/clima_do_guatemala.html