Geografia populacional

Geografia populacional é uma disciplina derivada da Geografia e dedicada aos estudos dos fenômenos demográficos, procurando explicar este mesmo fenômeno bem como sua dinâmica. Constituída integrante dos estudos da Geografia Humana, a geografia populacional vem assumindo importância cada vez maior no cenário atual, pela simples razão de seu objeto de estudo concentrar-se em um dinâmico fenômeno humano, além de se considerar que a questão demográfica impõe-se como matéria merecedora de maior atenção de todos os governos, visto que o contínuo crescimento populacional se dá de modo cada vez mais concentrado, colocando em cheque o equilíbrio da equação população X recursos naturais, exigindo deste modo estudos e debates mais aprofundados.

Não deve ser a geografia populacional confundida com a matéria denominada "Demografia". Apesar da similaridade entre as duas disciplinas, bem como do objeto de seus estudos, a Demografia é disciplina dedicada a assuntos ligados à natureza e o comportamento das populações estudadas.

Vale acrescentar que, por ser uma área do conhecimento com conteúdo extremamente dinâmico, a geografia populacional deixa de ser simples disciplina relegada às salas das universidades para se transformar também em objeto de pesquisa exterior, de observação, trazendo uma nova perspectiva a esta área do conhecimento que enxerga a dinâmica populacional de uma perspectiva bastante diferente. A geografia populacional irá debruçar-se sob o caráter geográfico do local, equacionando dentro do mesmo um conjunto de fenômenos de população que varia no interior destes mesmos lugares através do tempo e do espaço, na medida  em que seguem suas particulares leis de comportamento. Podemos então extrair de tal ideia que os principais conceitos a serem utilizados como ferramentas do geógrafo dedicado ao estudo do crescimento populacional são "lugar", "variação", "tempo", "espaço" e "comportamento".

Assim, o estudo da geografia populacional se revestirá de importância redobrada, dado que seus estudos irão envolver o comportamento humano em seu sentido mais amplo, variável de extrema importância em campos tão distintos como Economia e Finanças e a História, por exemplo. É ainda estudo caro a todos os administradores, que irão lidar com estudos importantes relacionados à denominada pressão demográfica.

A geografia populacional irá buscar ainda conceitos de outras áreas de estudo como a biologia, da qual mesclada a conceitos básicos desta, irá desenvolver conceitos amplamente difundidos em distintas áreas, como as taxas natalidade, mortalidade, faixa etária, distribuição por sexo, etc. Pode-se ainda elaborar variáveis baseadas em estudos culturais, como o número de casamentos, divórcios, etnia, raça, entre outras. Teremos ainda variáveis de cunho sócio-economico, como renda familiar, condições de moradia, qualificação profissional, nível de escolaridade, além de muitas outras.

Bibliografia:
Costa, José Eloísio da. Geografia da População. São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe, CESAD, 2009.

Arquivado em: Geografia