Península Ibérica

Licenciada em Geografia (UFG, 2003)

A Península Ibérica é uma porção de terras situada no extremo sudoeste da Europa e é a segunda maior península do continente, com aproximadamente 580.000 km², atrás apenas da Península Escandinávia. Compreende os países de Portugal, Espanha e Andorra, uma pequena fração do território francês e o território britânico de Gibraltar.

Mapa da Península Ibérica. Fonte: Wikimedia Commons / CC-BY-SA 3.0

Mas que tipo de formação é uma península? Península é uma porção de terra quase toda circundada por água, com exceção de uma estreita faixa que a liga ao continente. Esta faixa de terra é comumente chamada de “istmo”.

A Península Ibérica é então cercada pelo Oceano Atlântico ao norte, oeste e sudoeste, enquanto o litoral sul e sudeste é banhado pelo Mar Mediterrâneo. Sua ligação com o continente europeu, ou seja, seu “istmo” é marcada pela presença da cordilheira dos Pirineus, na fronteira com a França. A porção mais ao sul da península é separada do continente africano por apenas 14 quilômetros. A Punta de Oliveros em terras espanholas é dividida pelo Estreito de Gibraltar das terras de Punta Cires, em território marroquino, na África.

Estreito de Gibraltar. No fundo, Jebel Musa, Marrocos. Foto: Dmytro Surkov / Shutterstock.com

Vegetação e Clima da Península Ibérica

Os aspectos físicos do clima e vegetação das terras ibéricas são influenciados pela proximidade com o mar mediterrâneo, especialmente nas regiões costeiras. A porção central da península possui características de vegetação condicionadas à altitude, podendo apresentar floresta de coníferas e vegetação rasteira.

O clima, da mesma forma que a vegetação, é predominante mediterrâneo. Possui quatro estações bem definidas, resguardando especificidades locais influenciadas por fatores como a distância da costa, características do relevo e ação de massas de ar oceânicas ou continentais.

História

Estima-se que os primeiros povos a habitar a península foram os iberos, e que há cerca de 1000 anos a.C., ou antes, tenham chegado povos de origem celta. No ano de 218 a.C. os romanos começaram a desembarcar na península, no período da expansão do império romano. Ao fim do processo de ocupação, a península foi dividida em três províncias: Lusitânia, Hispânia Bética e Hispânia Terraconense.

O império romano do ocidente durou até cerca do século V, começando a declinar a partir da invasão de povos germânicos, os Visigodos, porém os mesmos não conseguiram exercer igual controle estabelecido anteriormente pelos romanos. No ano de 711, aconteceu a conquista muçulmana da Península Ibérica. Os árabes vieram da África, cruzando o Mediterrâneo, alcançando assim a península e exercendo o domínio deste território.

Com o estabelecimento dos árabes na península e suas rápidas conquistas territoriais e militares, marcou significativamente a história e cultura ibéricas: os árabes influenciaram a língua local, a agricultura, aos padrões e estilos de arquitetura e decoração e a extensão de suas descobertas científicas. O controle muçulmano perdurou por 800 anos, até a Reconquista por parte dos cristãos.

A reconquista cristã foi um processo amparado por reinos cristãos que queriam expulsar os muçulmanos da Península Ibérica, e restaurar seus territórios originais. Houve contribuição das Cruzadas e dos Cavaleiros Templários. A reconquista foi concretizada apenas em 1492 quando foi tomado o último reino muçulmano da Península. O matrimônio de Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão possibilitou o surgimento do Reino de Espanha como Estado Nacional.

Fontes:

https://www.britannica.com/place/Iberian-Peninsula

https://nunopeb.wordpress.com/category/povos-que-habitaram-a-peninsula-iberica/

http://www.nationsonline.org/oneworld/map/Iberian-Peninsula-topographic-map.htm

https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_destaques&DESTAQUESdest_boui=212127099&DESTAQUESmodo=2

Arquivado em: Europa