Relações entre Brasil e Colômbia

As relações entre Brasil e Colômbia, em termos práticos, iniciam-se em épocas bem recentes. As barreiras naturais da Cordilheira dos Andes e da Floresta Amazônica contribuem bastante para que o contato entre os dois países em termos sociais, econômicos e políticos permaneça limitado, e do ponto de vista brasileiro, bem inferior se comparado às relações brasileiras com seus vizinhos mais ao sul (Paraguai, Uruguai e Argentina).

Em tempos coloniais e após as independências das possessões ibéricas na América, os contatos permancem distantes e esparsos, com ambos os países mais concentrados em suas relações com as potências europeias do que em um intercâmbio com seus vizinhos, salientando a pouca identificação de países como a Colômbia em relação ao Brasil da época (todas ex-colônias espanholas e com regimes republicanos, ao passo que o Brasil era visto como um organismo estranho, um império, e única ex-colônia portuguesa, aumentando o potencial para seu isolamento entre os vizinhos desconfiados de um regime que representa naquele momento de independências tão tenras, o malvisto imperialismo europeu).

Prova das diferenças é que o "isolamento" persistiu até o fim da década de 70 do século XX. A Colômbia, desde que começou a priorizar as relações com os países próximos, optou por privilegiar os contatos com os estados do Caribe e dos Andes. A mudança se dá a partir da transformação do Grupo de Contadora em Grupo do Rio, o qual terá Colômbia e Brasil entre seus membros. A Colômbia aproxima-se ainda mais do Brasil nas décadas seguintes, por meio de organismos como a UNASUL e IIRSA, bem como por meio da cooperação com o MERCOSUL.

Desde 2003 realizaram-se mais de 20 encontros entre presidentes e chanceleres, que serviram para obter avanços no diálogo político, cooperação, segurança e defesa, economia e comércio, além de temas consulares, culturais e fronteiriços. Ao mesmo tempo procura-se aumentar o tráfego entre as duas fronteiras, com o objetivo de fomentar ambas as economias, procurando facilitar o trânsito e ingresso de nacionais em ambos os territórios. A preocupação com o o desarmamento da região também se faz presente, com convênios assinados para combater a fabircação e o tráfico ilícito de armas de fogo.

Principal ponto de comunicação entre os dois países, as cidades de Letícia (Colômbia) e Tabatinga (Brasil) também recebeu atenção de dirigentes de ambos os lados, buscando facilitar a cooperação em ciência, tecnologia, buscando soluções para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

No campo comercial temos o "Memorando para o Entendimento para a Promoção do Comércio e Inversões e Comissão de Monitoramento do Comércio Colômbia-Brasil".

Esforços de ambos os lados estão sendo empregados atualmente na contenção das FARC (Forças Armadas Revolucionarias de Colômbia), guerrilha ativa desde os anos 60, que busca assumir o poder na Colômbia. Desde os anos 40 os colombianos são confrontados com a ação de guerrilhas armadas, e desde o final dos anos 60, muitas destas guerrilhas começaram a se aliar aos cartéis de tráfico de drogas. Possuindo muitas bases próximas à fronteira Brasil e Colômbia, tais grupos armados constituem um problema para o Brasil, que busca entrar em concerto com o vizinho para conter os avanços de tais grupos, mantendo-os longe das fronteiras brasileiras. Outra preocupação do Brasil está na cooperação que a Colômbia mantém com os Estados Unidos para inibir as guerrilhas e o tráfico, pelos temores da natureza da interferência norte-americana em áreas próximas à fronteira.

Bibliografia:
http://wsp.presidencia.gov.co/Prensa/2010/Agosto/Paginas/20100831_12.aspx - Página da Presidência da República da Colômbia - Presidente Santos viajó a Brasil para mejorar relaciones a nivel continental (em espanhol)

http://ecodiario.eleconomista.es/internacional/noticias/702460/08/08/Brasil-y-Colombia-refuerzan-relaciones-bilaterales-y-niegan-malestar.html - Página el Economista - Brasil y Colombia refuerzan relaciones bilaterales y niegan malestar (em espanhol)

http://www.suite101.net/content/brasil-y-colombia-buscan-ampliar-lucha-contra-el-narcoterrorismo-a24520 - Página Suite101.net - Brasil y Colombia buscan ampliar lucha contra el narcoterrorismo (em espanhol)

Arquivado em: Geografia, Política