Tratamento de água

A poluição das águas vem acontecendo desde as primeiras civilizações, quando o ser humano interrompeu as práticas nômades. Uma vez instalado em um lugar, a produção de lixo se mantinha em um determinado local, tendo como uma solução imediata jogar esses lixos em rios para que a correnteza os levassem para outro lugar distante da habitação. Com o aumento da população nas áreas urbanas em decorrência da revolução industrial, o acúmulo de lixo nas águas se tornou um grande problema, infectando a população com doenças como a cólera e a febre tifoide. Como a população estava doente, e não haviam trabalhadores, foi implementada em 1874 a primeira Estação de Tratamento de Água (ETA), com o propósito de despoluir o rio Tâmisa na Inglaterra, por meio de filtros formados por areia.

Atualmente, antes de serem lançadas no meio ambiente, a água decorrente das industrias e domicílios é tratada nas Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), para evitar danos ao meio ambiente e a saúde.

Estação de Tratamento de Água. Foto: mr.water / Shutterstock.com

Estação de Tratamento de Água. Foto: mr.water / Shutterstock.com

Existem dois tipos de tratamento relacionados a água:

  • Tratamento de Água (ETA): serve para filtrar as impurezas encontradas nas fontes de água doce.
  • Tratamento de Esgoto (ETE): serve para limpar toda a água despejada através da rede de esgoto no qual ela é reintroduzida nos rios diminuindo seu impacto ecológico.

O tratamento basicamente é o mesmo entre os dois tipos; os primeiros processos são dados através de métodos físicos no qual é realizado um processo de peneiramento para retirar as moléculas maiores de sujeira. Seguindo pelo processo de decantação, onde é utilizada a ação do tempo para que as sujeiras não retiradas no peneiramento seja aglomerada no fundo do tanque e retiradas. Como meio de retirar o mal odor, a água passa pelo o processo de aeração, no qual se cria borbulhas na água para retirar elementos como o ácido sulfídrico.

Posteriormente passando para processos químicos, onde a água tem o seu pH elevado pela adição do carbonato de sódio, após este processo é inserido o sulfato de alumínio, que reage com as impurezas contidas na água criando flocos que se aglomeram no fundo do tanque. A água passa novamente por outro processo de filtração, para chegar a última etapa que é adicionado cloro para eliminar microrganismos. Algumas empresas ainda acrescentam flúor na água que será destinada as residências, para a prevenção de cáries.

No Brasil, os níveis de tratamento de água são baixos, menos de 20% é tratada para a reintrodução no meio ambiente; apenas 42% da população possui saneamento básico. Mesmo a água tendo o seu ciclo e não sendo possível ficar escassa, os níveis de poluição estão ficando cada vez mais altos, tornando o seu tratamento cada vez mais caro, no qual, futuramente será um privilégio adquirir água limpa.

Referências:
http://www.usp.br/qambiental/tratamentoAgua.html#tratamento
http://www3.corsan.com.br/sistemas/trat_agua_etapas.htm