União Europeia e o Brasil

Por Emerson Santiago
As relações entre a União Europeia e o Brasil se iniciam ainda no início dessa organização internacional, quando ainda era denominada Comunidade Econômica Europeia, no ano de 1960. Atualmente, as relações entre os dois entes internacionais é regida por três acordos, sendo estes:

  1. Acordo-quadro de cooperação entre a Comunidade Europeia e Brasil, celebrado em 1992.
  2. Acordo-quadro de cooperação entre a Comunidade Europeia e o Mercosul, celebrado em 1995.
  3. Acordo de cooperação científica e tecnológica, de 2004.

Além destes três importantes documentos, foi recomendado por parte da União Europeia em maio de 2007 que fosse estabelecida uma parceria estratégica para o aprofundamento de laços diplomáticos com o Brasil. Após tal proposta, ocorre a primeira reunião entre os dois lados, a julho de 2007, em Lisboa, para discutirem melhor tal política de cooperação, sendo que os temas centrais constantes da pauta de discussão foram o problema das alterações climáticas, energia sustentável, a luta contra a pobreza, o processo de integração do Mercosul e o progresso e estabilidade da América Latina. Com tal encontro, dá-se como prioridade definitiva do mapa político da União Europeia a maior cooperação com os as áreas do Brasil, Mercosul e América Latina.

Estima-se em cerca de 61 milhões de euros o montante a ser investidos no país, de acordo com o Documento de "Estratégia para o Brasil" - para o período de 2007-2013, em especialmente dois domínios: o primeiro, o reforço das relações bilaterais, por meio do diálogo setorial, de programas de bolsas e do Instituto dos Assuntos Europeus e assuntos ligados ao meio ambiente; o segundo tema importante no diálogo Brasil-UE é o do comércio, pois é reconhecidamente esse o país da América Latina com maior importância para investimentos dos europeus.

Os acordos celebrados com a UE destacam ainda o prestígio que a diplomacia e o governo brasileiro estão experimentando internacionalmente, pois apenas um seleto grupo até agora estabeleceu acordos de tal importância, a saber, Rússia, Índia e China.

Os líderes da União Europeia acreditam ainda na força da economia brasileira emergente, investindo principalmente na ideia de um país cheio de recursos naturais renováveis, como o biocombustível, além da riqueza em potencial proporcionada pela diversidade biológica contida na floresta amazônica. Portugal em especial, pelos laços culturais que o aproximam do Brasil é um dos maiores interessados em tal progresso nas relações diplomáticas e comerciais, pois teria um amplo território onde suas empresas poderiam atuar. Prova disso é o fato da reunião de 2007 que procurou estabelecer laços especiais entre os dois lados ter ocorrido em Lisboa, capital portuguesa. Já o Brasil enxerga Portugal como porta de entrada para a Europa e para os produtos nacionais naquele rico e importante mercado.

Bibliografia:
República Federativa do Brasil . Disponível em: http://www.eeas.europa.eu/brazil/index_pt.htm . Acesso em: 31 jul. 2011.

BUGGE, Axel.European Union seeks out Brazil as a new trading partner (em inglês). Disponível em:
http://www.boston.com/news/world/latinamerica/articles/2007/07/05/european_union_seeks_out_brazil_as_a_new_trading_partner/ .
Acesso em: 31 jul. 2011.