Vegetação da América do Norte

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

A América do Norte possui um grande número de formações vegetais. Isso se deve à sua grande dimensão e orientação latitudinal (no sentido sul-norte), o que determina a existência de diferentes tipos de climas, principal influência na formação da vegetação. O relevo do subcontinente também exerce um importante papel neste sentido.

A tundra pode ser encontrada na porção norte do Canadá, devido aos climas polar e subpolar que, por causa dos verões curtos, impedem a formação de árvores. Constituem a tundra: líquens, fungos, gramíneas e pequenos arbustos, que se formam a partir do degelo no verão. O território sul e central do Canadá e parte do Alasca têm a floresta boreal, ou taiga, como vegetação predominante, que é uma floresta aciculifoliada (folhas em formato de agulha) com árvores de grande porte, copas em formato de cone e baixa variedade de espécies, predominando pinheiros e abetos. A taiga é a formação vegetal que cobre a maior extensão territorial no mundo, ocorrendo também ao norte da Europa e Ásia.

A vegetação no nordeste e oeste dos Estados Unidos, regiões que se caracterizam por um clima ameno e com estações bem definidas, é a floresta temperada decídua, que possui grande variedade de espécies. Nas partes mais altas, encontramos principalmente coníferas, como pinheiros e faias. Nas partes mais baixas do nordeste estadunidense, observa-se espécies latifoliadas (folhas largas) e caducifólias, que perdem as folhas em determinada época do ano – no caso destas, nas proximidades do outono. Esse fenômeno deve-se às mudanças climáticas sazonais. Com uma amplitude térmica em torno de 60°C, árvores de grande porte precisam perder suas folhas para conservar energia e enfrentar os rigorosos invernos. Nas áreas baixas e próximas ao Oceano Pacífico, no oeste dos EUA, encontramos a floresta temperada pluvial, onde uma menor variação térmica anual e um maior índice de umidade favorecem a formação de uma vegetação de coníferas de grande estatura, passando de 90 metros de altura no caso das sequoias. Observamos na floresta temperada diferentes estratos vegetais, como árvores de menor porte, arbustos, gramíneas e líquens.

As planícies centrais norte americanas são caracterizadas pelas formações de pradarias e estepes, sendo que as duas formações são dominadas por gramíneas herbáceas. O que diferencia as duas formações é o clima e, portanto, o tamanho que atingem. As estepes são formações de transição entre as zonas desérticas e as pradarias, onde a chuva é mal distribuída e as temperaturas maiores, apresentando gramíneas herbáceas de menor estatura se comparadas às pradarias. As pradarias se encontram em regiões com baixo índice pluviométrico e clima temperado, sendo uma formação que não precisa de muita água para se desenvolver. É comum nas pradarias que ocorram queimadas naturais, anuais, que limpam o excesso de matéria orgânica no solo, permitindo a aparição de nova vegetação.

No sul dos EUA e norte do México, é possível encontrar regiões desérticas e semiáridas, como os desertos de Nevada, Mojave e Sonora, onde predominam: arbustos xerófitos, preparados para climas secos com cascas grossas, raízes profundas e sem folhas na maior parte do ano, exceto em períodos de chuva; e também cactáceas, plantas suculentas que armazenam uma grande quantidade de água no seu interior.

No sul do México e na Flórida, com altas temperaturas e grande índice pluviométrico, observamos a floresta tropical com grande biodiversidade de árvores latifoliadas, caracterizada por árvores de grande estatura, chegando a 40 metros, e por uma cobertura vegetal muito densa, que inibe a insolação no solo. Destacam-se em território mexicano a reserva natural de Los Tuxtlas, ao sul do estado de Veracruz e a Selva Lacandona, localizada em Chiapas.

Fontes:
Townsend, C. R.; Begon, M. & Harper, J. L. 2010. Fundamentos em Ecologia. Porto Alegre: Artmed.
http://geojackson.no.comunidades.net/america-do-norte
http://www.minerva.uevora.pt/eschola2002/flor_temp.htm
http://www.brasilsustentaveleditora.com.br/sites/default/files/biblioteca-virtual/floresta_pluvial_temperada.pdf
http://www.brasilsustentaveleditora.com.br/biblioteca-virtual/floresta-decidua-temperada

Arquivado em: América