Zoneamento Agroclimático

Por Fernando Rebouças
O zoneamento agroclimático age pelo conhecimento do clima relacionado aos trabalhos na agricultura, principalmente em tempos de aquecimento global, perdas na agricultura podem ser causadas por questões climáticas. O zoneamento agroclimático é uma área de conhecimento e uma ferramenta de planejamento e ação que possui o objetivo de reduzir o risco de perdas na agricultura em razão do desequilíbrio climático.

Num trabalho de zoneamento agroclimático é necessário realizar o levantamento da característica de cada área a ser cultivada, além de conhecer os tipos de clima de cada região. Nos estudos e análises climáticas é necessário dados sobre a ocorrência de chuvas, temperatura e cultura agrícola.

Na década de 70, esse tipo de zoneamento era feito somente em grandes áreas e em macro levantamentos. Nos dias atuais, já há o zoneamento em micro escala em determinados municípios. O micro levantamento permite indicar com precisão o potencial produtivo de cada área e cultura, possibilitando o direcionamento de técnicas específicas para cada propriedade.

Não somente no Brasil, mas em todo mundo o zoneamento agroclimática tem mitigado as taxas de sinistralidade na agricultura permitindo prever e proteger as propriedades da variabilidade climática. Para manter a competitividade na produção agrícola a adoção dessas técnicas permite uma maior eficiência dos recursos empregados, preservação dos recursos naturais e ampliação da qualidade dos produtos agrícolas.

Por exemplo, no plantio de uma cultura, a água é considerada um recurso natural de grande importância e está relacionada com a distribuição das chuvas que, por sua vez, está ligado à distribuição das chuvas numa determinada localidade. A oferta de água numa região depende de processos hidrológicos que são aleatórios e , em determinadas situações imprevisíveis.

Num trabalho agroclimático, além do conhecimento hidrológico e da disponibilidade de água, dependendo da cultura cultivada, em tempo e espaço, é necessário definir as áreas menos sujeitas aos riscos e adversidades climáticas, um trabalho de zoneamento agroclimático pode seguir as seguintes etapas:

  • Coleta de dados;
  • Análise sobre as séries pluviométricas;
  • Seleção das espécies a serem cultivadas;
  • Conhecimento sobre o ciclo de cultivo;
  • Capacidade de armazenamento de água na planta;

Fontes:
http://www.cpatu.embrapa.br/noticias/2007/agosto/2a-semana/zoneamento-agroclimatico-facilita-o-planejamento-agricola-1
http://www.cnpso.embrapa.br/html/zoneamento/