Vulcão de Yellowstone

O Vulcão de Yellowstone é um vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone na ponta noroeste do estado de Wyoming, nos Estados Unidos. Tem um cratera de cerca de 90km de extensão e é por vezes chamado de "supervulcão". O nome do local provém das rochas do local, que são amareladas por causa da grande quantidade de enxofre.

Ilustração: desconhecido / domínio público / via Wikimedia Commons

Ilustração: desconhecido / domínio público / via Wikimedia Commons

Assim como a grande ilha do Havaí, acredita-se que Yellowstone esteja em cima de uma área denominada "hotspot" (ponto quente), onde rocha derretida do manto, produto da atividade do núcleo terrestre, suba à superfície, criando assim as erupções vulcânicas. Apesar do hotspot do Yellowstone estar abaixo do Planalto de Yellowstone, em eras geológicas passadas este foi responsável pela criação da planície do rio Snake, a oeste do Yellowstone, por meio de uma série de erupções vulcânicas. A despeito da movimentação do hotspot de Yellowstone aparentemente estar direcionada para o sentido leste-nordeste, a Placa Norte-americana move-se em direção oposta, em sentido oeste-sudoeste.

Durante cerca dos últimos 17 milhões de anos o hotspot do Yellowstone vem produzindo uma sucessão de violentas erupções e fluxos de menor intensidade de lava basáltica. Pelo menos uma dúzia destas erupções foram de grande magnitude, recebendo o nome de "supererupções". As erupções vulcânicas geralmente causam o esgotamento de magma das crateras vulcânicas, que por consquência, perdem seu sustento e por fim desabam sobre seu próprio peso, formando uma depressão geográfica denominada caldeira vulcânica.

Caldeiras formadas a partir de supererupções explosivas podem ser amplas e fundas tal qual lagos de tamanho médio e podem ser responsáveis por destruir imensas áreas montanhosas.

O vago termo supervulcão foi empregado para classificar erupções excepcionalmente violentas. Por meio desta definição, o supervulcão Yellowstone é o campo vulcânico onde se produziu as últimas três supererupções do hotspot de Yellowstone. As três supererupções ocorreram 2,1 milhões, 1,3 milhão, e 640 mil anos atrás, formando a caldeira vulcânica de Island Park, a de Henry´s Fork e a de Yellowstone, respectivamente.

Erupções não-explosivas de lava e erupções de intensidade menor ocorreram dentro e próximo da caldeira de Yellowstone desde a última supererupção. O último fluxo de lava ocorreu há aproximadamente 70 mil anos atrás, enquanto que a maior de todas as suas erupções formou a parte oeste do lago Yellowstone, cerce de 150 mil anos atrás.

Atualmente, a atividade vulcânica é monitorada através dos várias fissuras abertas no solo ao redor do Yellowstone, incluindo o famoso gêiser "Old Faithful" (velho fiel, em inglês), além de monitoramento sismológico que mede a inflação corrente da camada de magma do vulcão.

Bibliografia:
http://viajeaqui.abril.com.br/national-geographic/edicao-113/vulcao-yellowstone-487278.shtml -Página da
National Geogrphic Brasil - Quando Yellowstone explode
http://www.yellowstoneparknet.com/ - Página do Parque Nacional de Yellowstone
http://www.bbc.co.uk/portuguese/especial/956_supervolcano/ - Página especial da BBC/Brasil com várias imagens do Yellowstone

Arquivado em: Estados Unidos, Geologia