Estreito de Bósforo

Por Felipe Araújo
Com extensão de aproximados 30 km, Bósforo é um estreito que liga o Mar Negro e o Mar de Mármara. Conhecido também pelo nome de Estreito de Istambul, Bósforo é um marco natural de separação entre o território europeu e o asiático. Devido a isso, ganha grande valor estratégico no que se refere a conflitos, acordos econômicos e políticos. Desde a época do Império Persa, foram feitas diversas tentativas de ligar os extremos do estreito de Bósforo por uma ponte. No ano de 1973, foi inaugurada uma grande ponte suspensa com 1,51 km de extensão que ligava os dois continentes, a ponte de Bósforo.

Uma das características da ponte de Bósforo é a vista que oferece durante a noite, atraindo turistas do mundo todo. O conjunto de sistemas de iluminação em LED faz com que os cabos em zigue-zague e as torres da ponte brilhem em cores diferenciadas, causando um belo espetáculo em alto mar. Fora isso, a ponte apresenta oito faixas de rolamento, sendo três para o tráfego de veículos, uma para a circulação de pedestres e a outra de emergência. A faixa para pedestres foi proibida em 1977 por questões de segurança. Essa regra foi quebrada em um evento ocorrido em 2005, quando as jogadoras de tênis, Venus Williams e Ipek Senoglu, realizaram uma partida para inaugurar e Copa de Istambul, Turquia. Fãs puderam observar os jogos no entorno da ponte.

Influência histórica

Muito antes da construção da ponte, o estreito era chamado pelos gregos de Bósforo da Trácia. Na antiguidade, o estreito serviu como uma importante arma na defesa de Istambul, pois os sultões otomanos ergueram fortes barreiras de cada lado. A posição geográfica do Bósforo é tão valorizada que vários tratados internacionais mantêm navios na região.

De acordo com alguns historiadores, em 5600 a.C., a área teria passado por uma enchente enorme. Esse desastre serviu como base para a história do dilúvio contida na Bíblia e para a Epopeia de Gilgamesh, antigo poema épico da Mesopotâmia.

Batalhas na região

Além das influências na religião e na literatura, o estreito serviu como palco para diversos confrontos entre povos. Em sua região, ocorreram batalhas navais entre mulçumanos e cristãos. Uma das mais conhecidas é a Batalha de Aquitânia, conflito que envolveu otomanos e gregos. Outra batalha ocorrida no estreito de Bósforo foi entre os mulçumanos e bizantinos, que utilizaram o estreito para ataques cruzados.

Fontes:
http://ciencia.hsw.uol.com.br/10-pontes-impressionantes2.htm
http://www1.folha.uol.com.br/turismo/1014414-observe-a-grande-istambul-em-tres-passeios.shtml
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/turquia/bosforo.php