Rio Eufrates

Por Fernando Rebouças
O rio Eufrates é formado a partir de dois afluentes, o rio Kara e o rio Murat. O rio Kara, também conhecido como  Eufrates Ocidental, tem sua nascente situada nas montanhas orientais da Turquia; e o Murat, referido também como Eufrates Oriental, nasce do lago Van.

O rio Eufrates compõe a Mesopotâmia junto como rio Tigre. É um rio de 2.780 km de extensão que escoa para o sudoeste, atravessa os territórios da Síria e do Iraque. Na região oriental da Síria, o Eufrates se encontra com os rios Khabur e Balikh.

Depois de se encontrar com o rio Tigre, no sul do Iraque, há a formação do rio Shatt al Arab que, por fim, deságua no Golfo Pérsico.

Em análises recentes, pesquisadores detectaram que a seca do rio Eufrates tem sido cada vez mais crescente. A causa da seca do rio Eufrates são:

  • Políticas inadequadas do uso do potencial hídrico por parte dos governos da Turquia e da Síria;
  • Uso incorreto do rio pelos agricultores da região;
  • Perdas ambientais nas proximidades do rio.

Em 2009, a situação da seca do rio Eufrates foi publicada pelo jornal The New York Times. Historicamente, o rio serviu de base para o surgimento das antigas civilizações do Iraque, Síria e Turquia. As principais conseqüências da seca e o empobrecimento dos fazendeiros, de pescadores e a migração demográfica de pessoas que fogem da seca em busca de trabalho em outras regiões.

Em terras onde antes haviam plantações de arroz,  somente há terra áridas e antigas bombas de tratamento de água sem utilidade. A seca é maior no território de todo o Iraque, no pais o cultivo do arroz teve uma queda de 95%. A produção de arroz, cevada e de tâmaras estão sendo abandonadas pelos fazendeiros. Tradicionalmente, a cevada dessas regiões abastecia a produção de cerveja alemã.

A Turquia possui cinco represas de irrigação ao longo do rio Eufrates, essas represas também são destinadas para a produção de energia. Uma das represas causa discórdia por estar próximo da fronteira com a Síria. Há cerca de 25 anos, as águas da Antiga Mesopotâmia é alvo de conflitos diplomáticos entre Turquai, Síria e Iraque que compartilham das mesmas fontes de água.

Na década de 70, quase ocorreu uma guerra pelas águas da Mesopotâmia entre a Síria e o Iraque, em virtude da construção das primeiras represas na Síria.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rio_Eufrates
http://www.ecodebate.com.br/2009/07/16/rio-eufrates-sofre-ha-dois-anos-com-seca-e-podera-desaparecer-do-iraque/
http://oprofeta.net/?p=2752