Colônias de Povoamento

Por Felipe Araújo
As colônias de povoamento são, geralmente, terras utilizadas para moradia e subsistências dos colonizadores. São, basicamente, nações descobertas e desenvolvidas com o povoamento e o aprimoramento de suas estruturas básicas. Este modelo de colonização foi aplicado no Norte e Centro das Treze Colônias Britânicas e em outros países como Canadá, Nova Zelândia e Austrália.

Para deixar mais claro, seguem dois exemplos. Os Estados Unidos foram uma colônia de povoamento, pois recebeu refugiados de guerra que lá trabalharam e geraram frutos. O Brasil foi vítima de colônias de exploração, já que o intuito dos portugueses era apenas enriquecer com nossos recursos naturais e retornar à metrópole. Os resultados dos dois tipos de colonização são perceptíveis, o primeiro país acabou desenvolvendo-se e tornando-se uma potência mundial enquanto o segundo tornou-se uma nação pobre.

Para facilitar ainda mais, a colonização de povoamento tinha características bem particulares:

  • Devido a uma colonização de médias e pequenas fazendas, os colonos trabalhavam e desenvolviam os locais, gerando prosperidade econômica.
  • Tudo que era feito servia a colônia internamente, a produção agrícola regia a economia.
  • Liberdade para o trabalho
  • Autonomia comercial, não sendo totalmente dependente da metrópole.
  • Independência política e atitude libertadora de seus membros
  • Reunião de trabalhadores em assembléias para discutir o futuro da terra
  • Política que atraía mais e mais trabalhadores.
  • Eram colônias atípicas - não ajudavam na balança comercial e não interessavam tanto à metrópole;
  • Faziam a prática da policultura
  • Os seus produtos eram semelhantes aos da metrópole
  • Coexistência de comércio e manufaturas
  • Mercado interno e uma economia de subsistência;
  • Comércio produzia para mercados internos e externos
  • Pacto Colonial mais fraco
  • Fixação do homem ao solo – necessidade de criar escolas, igrejas, fábricas, etc.

O conceito básico das colônias de povoamento é contestado por alguns historiadores, para eles, “não existe como colonizar uma terra sem explora-la e não há outra forma de exploração na qual não seja feito um povoamento do lugar”. De acordo com estes estudiosos, “o conceito de colônia de povoamento foi inventado pelos Europeus para amenizar o próprio sentido da colonização, que nada mais é do que a exploração de outras nações”.

Esta mentalidade refere-se ao tipo de colonização aplicada na América Latina, apontada como um dos fatores de seu sub-desenvolvimento até hoje. Mas as colônias de povoamento também retardaram o progresso da região Nordeste dos Estados Unidos e Canadá, das Colônias Britânicas do Norte e Centro e do Canadá.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Colonização_de_Povoamento
http://www.utispossidetis.hpg.com.br/colonialismo.htm
COTRIM, Gilberto. História Global: Brasil e geral. São Paulo: Editora Saraiva, 2005.