Descobrimentos e Navegações Inglesas

Apesar de Portugal e Espanha exercerem certo domínio sobre os rumos marítimos que levavam até a Índia pela costa da América e da África, os ingleses iniciaram uma busca de um atalho pelo Nordeste.

O início das navegações inglesas deu-se por Bristol, mas outros navegadores também marcaram seus nomes na história enquanto procuravam a terra das especiarias. Foram eles: Martin Frobischer, que explorou a Groelândia, James Cook, que deu três voltas em volta da Terra, Walter Releigh, que sem sucesso tentou fundar uma colônia na América do Norte, Francis Drake, que fez a segunda viagem de circunavegação após Fernão de Magalhães e, por fim, João Caboto, um italiano que estava a serviço dos ingleses e chegou à Nova Escócia e à península de Labrador.

Um dos aspectos similares entre a Inglaterra, a França e a Holanda foi que, ao contrário dos portugueses e espanhóis, chegaram atrasados na expansão das fronteiras marítimas. Os fatores que contribuíram para isto foram muitos. Política instável, resistência do período feudal, centralização da monarquia e dirigentes ligados à burguesia são alguns dos fatores que refrearam, temporariamente, o a expansão de tais países na época dos descobrimentos.

Especificamente na Inglaterra, houve o desgaste da Guerra dos Cem Anos (1337-1453). Esta guerra, que praticamente destruiu França e Inglaterra acabou atrasando a presença do país britânicos nas grandes navegações. Outro fator foi a Guerra das Duas Rosas (1455-1485), lutas dinásticas pelo trono da Inglaterra.

Apesar de a Guerra dos Cem Anos ter ocorrido praticamente inteira em território francês, a Inglaterra perdeu muitos homens na batalha. Com o fim do conflito, houve uma disputa pelo trono inglês que derrocou na Guerra das Duas Rosas, conflito que envolveu a família Lancaster e a York.

Em 1485 a paz retornava com o início do reinado de Henrique VII. Ele era membro da família Tudor e tinha laços de família com as duas partes nobres que vinham se matando. A partir do reinado de Henrique VII a Inglaterra mergulhou de vez nas Grandes Navegações.

Foi o início das empreitadas inglesas em alto mar. Entre 1497 e 1498, João e Sebastião Caboto, italianos, atingiram Labrador, no Canadá. Já entre 1584 e 1587, Walter Raleigh fundou a primeira colônia inglesa na América, a colônia de Virgínia. Ele também tentou fundar algumas colônias na Flórida, mas não obteve sucesso. Somente em 1740, foram formadas as 13 colônias inglesas na América do Norte.

Outros feitos importantes das navegações inglesas aconteceram entre 1587 e 1590, com as navegações de Francis Drake, que após fazer pirataria nas Caraíbas contra embarcações da Espanha, foi em direção à América do Norte e se tornou o primeiro marinheiro inglês a circunavegar a Terra.

Fontes:
http://educacao.uol.com.br/historia/ult1690u68.jhtm
http://urs.bira.nom.br/literatura/descobrimentos_maritimos.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Inglaterra

Arquivado em: História