Diferenças entre Atenas e Esparta

Por Pedro Augusto Rezende Rodrigues
O periodo arcaico é o segundo momento da historia grega, durou de 700 a .C a 500 a . C, e tem como principais acontecimentos a formação das primeiras cidades. Essas cidades foram formadas através do processo de sedentarização do Genos (tribos) que eram nômades. Tais cidades, inicialmente, tinham como principal característica a independência e a autonomia.

Como uma não dependia da outra para nada, como dito eram independentes, isso acabou desencadeando certas rivalidades. Dessa maneira, analisaremos duas cidades que eram as mais importantes da Grécia Antiga, e as mais poderosas nesse periodo. Uma delas era Atenas, que tinha uma civilização que cultuava e admirava a intelectualidade, porém a educação era destinada apenas aqueles que tinham condição de pagar por um professor particular. E Esparta, que tinha uma sociedade de caráter completamente militarista e que viam na educação como um mecanismo de inserção de valores militares.

Atenas, graças a sua localização geográfica perto do mar, desenvolveu um intenso comercio marítimo com colônias estabelecidas no Mar Mediterrâneo e na Ásia menor. Esse desenvolvimento do comércio se deu pelo fato da região não possuir terras férteis que poderiam servir para o cultivo.

Enquanto Esparta, pelo contrário, possuía um território rico em terras férteis, o que facilitou a atividade agrícola para a autossuficiência, e dessa maneira, com o desenvolvimento da agricultura, não tiveram o interesse em ter um comércio forte.

Em relação as instituições políticas, podemos perceber uma sintonia entre as duas cidades, pois privilegiavam muito a aristocracia local. Mas as semelhanças terminam por ai, pois os feitos politicos também não foram os mesmos. Os atenienses foram sujeitos de uma série de reformas que acabaram desencadeando um governo democrático. Diferentemente, Esparta não realizou mudanças, e mantiveram uma Diarquia, um governo de dois reis, além da existência de assembleias.

Uma outra diferença muito marcante desses dois povos é o papel da mulher perante a sociedade. Em esparta a mulher era de suma importancia para civilização, pois era ela a responsavel por gerar individuos fortes para serem usados em combate, e estavam à frente das decisões domésticas e também participavam de assembleias politicas. Já em Atenas acreditavam que a mulher não deveria se “intrometer” no mundo masculino, não tendo contato nenhum com a politica.

Dessa maneira, podemos perceber que as cidades gregas, apesar de se situarem muito próximas, e dividirem a mesma cultura, tinham costumes muito diferentes e principalmente interesses diferentes.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Grécia_Antiga