Guerra de Tróia

Segundo a mitologia grega a Guerra de Tróia teve início quando três deusas (Afrodite, Hera e Atena) se envolveram em uma discussão para decidir quem era a mais bela dentre as três. Para decidir foi realizado um concurso de beleza em que Páris de Tróia fez o papel de juiz. As três tentaram suborná-lo, porém Afrodite foi a vencedora por ter prometido a Páris a mulher mais bela do mundo. Para cumprir a promessa Afrodite ajudou Páris a raptar Helena, a mulher de Menelau que era o rei de Esparta.

A fim de resgatar Helena, os gregos espartanos velejaram para Tróia o que levou os outros deuses a tomarem partido. Zeus agiu a fim de afastar os deuses da guerra, porém Hera, que a favor dos gregos, utilizou vários perfumes para fazer com que Zeus adormecesse. Quando Zeus acordou os troianos tinham sofrido muitas baixas em seu exército.

A luta ao redor das muralhas de Tróia teve a duração de cera de 10 anos. A famosa “ilíada” trata das seis últimas semanas do último ano de guerra. A ilíada é um longo poema de Homero que traz uma história empolgante sobre o combate em Tróia e serviu como documento religioso para o povo grego que recém tinha saídos da Idade Negra, foi um documento que constituiu a idéia de família olímpica (os deuses do olímpo).

Depois de uma discussão com Agamémnon, o guerreiro grego Aquiles, figura central do poema, muito ofendido retira-se magoado para sua tenda, enquanto os troianos comandados por Heitor, filho do rei de Tróia, lutam para afastar os gregos dos muros da cidade.

Após a morte de Pátroclo, Aquiles volta a comandar o exército contra os troianos, e acaba por matar Heitor. Após os pedidos dos deuses Aquiles é tomado por compaixão e entrega o corpo de Heitor ao rei de Tróia, Príamo, para que o mesmo seja enterrado com as honras devidas a um herói.

Após muitos anos de combate os gregos vencem a guerra com um truque que ficou muito famoso. Eles deram um presente a Tróia, o cavalo de Tróia, que se tratava de um imenso cavalo de madeira dentro do qual os gregos se escondiam. Durante a noite, enquanto os troianos dormiam, parte do exército grego saiu de dentro do cavalo e abriu as portas da cidade para que o resto do exército pudesse invadir Tróia.

Após a vitória os gregos se uniram a Helena e a Menelau e todos voltaram para casa, exceto Ulisses que demorou mais 10 anos para chegar a Esparta. Esse retorno de Ulisses deu origem à Odisséia, o segundo grande poema de Homero.

Arquivado em: História