Idade do Bronze

Por Emerson Santiago
É denominada "Idade do Bronze" um período particular da história, ocorrido por volta de 4 mil anos atrás, na qual o homem descobriu a liga metálica de bronze (produzida a partir da mistura da liga do cobre com o estanho) e com esta começou a manufaturar objetos os mais diversos. O termo Idade do Bronze deriva das "Idades do Homem", as fases da existência humana na Terra segundo a mitologia grega. Acredita-se que o período teve início no Oriente Médio em torno de 3300 a.C.

Metal mais resistente que o cobre, podiam ser confeccionadas com o bronze espadas, capacetes, martelos, lanças, facas, machados e outros objetos similares. A Idade do Bronze foi um período de uso intenso de metais e de redes de desenvolvimento do comércio.

Importante salientar que alguns dos artefatos fabricados originalmente em pedra, como machados, lâminas ou furadores, passam agora também ser produzidos neste metal, implicando uma maior qualidade, durabilidade e rentabilidade, funcionando mesmo como símbolos de prestígio e poder. Por isso mesmo, esta época é considerada de significante avanço tecnológico.

Perduram alguns utensílios líticos (feitos a partir de pedra), como os elementos de foice e elementos de mós, além de várias cerâmicas, para além de uma mudança nas formas, assinalando-se a aparição de fundos inteiramente planos. No acabamento das peças cerâmicas surgem engobes escuros e polidos.

A Idade do Bronze destaca-se ainda do ponto de vista econômico pela criação de modelos comerciais que abrangem áreas geográficas maiores, tendo o estanho como principal matéria-prima e de extrema importância para o fabrico de objetos metálicos. Esta circunstância, para além de levar à abertura de novas rotas comerciais, obriga ao aperfeiçoamento dos meios de transporte.

Por outro lado, com a maior disponibilidade de armas ocorre um hierarquização profunda da sociedade, na qual irá se destacar a figura do guerreiro, que terá sua importância aumentada, principalmente em locais de exploração de minérios (uma riqueza agora a ser defendida de predadores). Verifica-se também o desenvolvimento da classe social que terá surgido durante o Calcolítico, composta por indivíduos especializados na procura, fabrico e comercialização de objetos metálicos, saindo do âmbito das classes sociais tradicionais que se dedicavam à agricultura e criação de gado. Para além disso, enquanto no Calcolítico a liderança da comunidade assentava num conjunto de indivíduos, agora assiste-se a uma crescente individualização dessa liderança, através da deposição hereditária do poder num só indivíduo.

Outra consequencia da melhoria tecnológica dos armamentos é que, apesar de se verificar uma continuidade de povoados abertos, implantados geralmente em vales férteis, aumenta o número de povoados estabelecidos em terras altas, onde se dá especial importância às condições naturais de defesa.

Bibliografia:
Idade do Bronze. Disponível em: <http://www.sines.pt/PT/Viver/memoria/museucvg/oseiodetetis/idadedobronze/Paginas/default.aspx>. Acesso em: 22 mai. 2012.

RODRIGUES, Alexandre. Idade do Bronze. Disponível em: <http://calambria.cm-valedecambra.pt/index.php/arqueologia/historia-antiga/idade-do-bronze.html>. Acesso em: 22 mai. 2012.