Primeiros povos da Ásia

Segundo Murphey, em 1891, pesquisadores encontraram vestígios de Homo erectus em Java e acharam outro em 1921, na cidade de Pequim. Ambos datam de cerca de 1 milhão de anos atrás, embora descobertas posteriores em Java tem sugestionado que estas espécies se espalharam pela Ásia há 1,5 milhões de anos. Recentemente, foram encontrados restos de Homo erectus em Yunnan, que datam de um milhão de anos, perto dos restos de Xi´an que datam de 600 mil anos. O Homo erectus juntou-se depois com espécies humanoides há 300 mil anos. De acordo com Murphey, a ferramenta machado de mão foi encontrado na maioria dos sítios arqueológicos dos continentes da Ásia, África e Europa. O machado era usado para cortar, raspar e cavar.

Há 150 mil anos, uma nova espécie, chamada de Homo neanderthalis, torna-se dominante em toda Eurasia e África. No curso da última glaciação, que datam de aproximadamente 70 mil e 20 mil anos atrás, Homo neanderthalis, que sucedeu o Homo erectus, e, em seguida, o Homo neanderthalis gradualmente foi substituído pelo Homo sapiens.

Desde 200 mil anos atrás, os menores e diferentes traços físicos começam a se tornar notáveis entre os humanos da Europa, África, e Ásia. Estas diferenças incluem os diversos subgrupos como o Inuit (esquimós) e indígenas americanos, originalmente do leste da Ásia, resultando em variedades e especializações por traços de acordo com diferentes áreas isoladas. Murphey argumenta que o desenvolvimento físico é um processo paulatino em qualquer escala do tempo humano, e não há diferenças físicas discerníveis entre os grupos registrados em suas origens. Murphey exemplifica seu argumento falando da semelhança entre os egípcios de 2,5 mil anos atrás com os chineses da dinastia Han (206 A.C – 220 D.C).

De acordo com Murphey, uma exceção à regra foi o povo da ilha de Flores que fica localizada a leste da ilha de Java e Bali. Sua subespécie se chama Homo floresiensis, e possuíam metade do tamanho do Homo sapiens. Estes viveram há 13 mil anos atrás e se extinguiram a 6 mil anos atrás. Este povo foi apelidado de Hobbit, em homenagem à obra de J. R. R. Tolkien.

Conforme Glover, até então, há 5 mil anos atrás, a economia era de caçadores-coletores em todo o Sudeste Asiático e na margem ocidental do Pacífico, contraposta por outro sistema econômico das primeiras populações agrícolas. Neste período, os povos estavam mais variados quanto a suas características e línguas, e se aproximam mais das características da região para formar o padrão dos grupos etnolinguísticos que existem hoje.

Leia também:

Bibliografia:

GLOVER, Ian. Southeast Asia: From Prehistory to History. Hove: Psychology Press, 2004, 354 p.

MURPHEY, Rhoads. A History of Asia. Edição 7. Nova Iorque: Routledge, 2016, 520 p.

Arquivado em: Pré-História