Revolução Puritana

Por Tiago Ferreira da Silva
A Revolução Puritana foi um conflito ocorrido na Inglaterra na década de 1640 entre a monarquia e o parlamento. Carlos I, rei do país, não aceitava a intervenção política dos parlamentares e, de forma autoritária, governava movido por seus interesses.

As divergências políticas se iniciaram quando Carlos I assumiu o reinado após a morte de seu pai, Jaime I, em 1625. Sua dinastia era responsável por uma série de mudanças políticas na Inglaterra. Jaime I acabou com as medidas liberais dos Tudor e se aliou à Igreja Católica para fortalecer a ideologia conservadora.

Naquela época, a Irlanda tinha uma economia dependente dos ingleses, que mantinham um sistema feudal absolutamente elitizado. No poder, Carlos I queria aumentar a taxa dos impostos, mas dependia de uma aprovação do Parlamento.

Os parlamentares exigiram uma petição relacionada aos problemas com impostos, prisões, julgamentos e convocações do exército. Revoltado, o rei acatou as medidas, mas ordenou o fechamento imediato do Parlamento, que perdeu seu direito de intervenção política por mais de 10 anos.

Com a implementação de mais tributos, a burguesia se viu prejudicada e acabou gerando uma crise financeira ao não pagar os altos impostos cobrados pelo rei.

Tal fato acabou dividindo os parlamentares em duas facções:

  • Diggers: liberais que defendiam a reforma agrária do país e uma distribuição de terras mais igualitária para o desenvolvimento da atividade agrícola.
  • Levellers: mais conservadores, defendiam o direito de praticar a religião (católica) de forma livre, além de serem adeptos à igualdade jurídica.

No ano de 1640, Carlos I se viu obrigado a consultar o Parlamento novamente antes de estourar a Guerra Civil. Incomodado com a aversão dos parlamentares aos seus interesses, o rei ameaçou fechar a instituição novamente.

Preparados, os líderes parlamentares começaram a formar as primeiras milícias para se manterem no cargo. Oliver Cromwell liderou os combatentes das facções em uma investida contra os monarcas.

Em 1649, o exército dos parlamentares conseguiu capturar o rei e acabou aniquilando-o brutalmente, chegando a decapitá-lo.

Com a vitória obtida, Cromwell tornou-se o novo presidente do Conselho de Estado, após ajudar a dividir grandes fatias de terra com os pequenos camponeses que lutaram a seu favor. Entretanto, após assumir o poder, pela primeira vez no sistema Republicano, acabou excluindo as camadas mais baixas das decisões políticas e governou a Inglaterra de forma severa e autoritária.

Fontes:
http://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/revolucao-puritana.htm
http://historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=186