Blu-Ray

Por Luiz Carlos Amariz
Vamos falar um pouco sobre o Blu-Ray, mas antes, vamos entender o por quê desse nome. Blu-Ray é um termo inglês e vem de “Blue” (azul) e “Ray” (raio). O feixe de laser usado pelo Blu-ray é azul, daí o seu nome. A letra “e” de “Blu” foi eliminada, pois em alguns países, não se permite registrar uma palavra comum para um nome comercial.

O Blu-Ray possui o mesmo tamanho físico de um DVD. O que muda é a sua capacidade de armazenamento. Enquanto um DVD suporta cerca de 6GB, o Blue Ray vai até aproximadamente 50GB, ou seja, quase 10x mais que um DVD comum.

O Blu-Ray (cujo maior patrocínio veio da Sony) ganhou recentemente a briga contra outro padrão de DVD: o HD-DVD da Toshiba com capacidade de até 20GB. Quem decidiu isso foi o próprio mercado, pois a venda de Blu-Ray mostrou-se muito superior aos HD-DVD. Com isso, o padrão HD-DVD foi abandonado e os fabricantes estão se concentrando especificamente no Blu-Ray.

Um grande impulsionador do Blu-Ray foi o Playstation 3 que já utiliza esse formato.

Como a capacidade de armazenamento do Blu-Ray é muito superior ao DVD, temos uma melhora significativa na qualidade da imagem além de poder incluir mais recursos interativos nas mídias, como inclusão de mais línguas nas legendas e mais extras dos filmes.

Assim como o DVD, o Blu-Ray também possui os formatos ROM (somente leitura), R (gravável) e RW (regravável). Os conceitos de camada simples (aproximadamente 25GB) e camada dupla (aproximadamente 50GB) também são utilizados.

Os aparelhos de Blu-Ray também aceitam DVDs comuns e Cds o que facilita bastante a migração dos usuários que possuem apenas os DVDs comuns.

A durabilidade de um disco Blu-Ray é maior do que a de um DVD comum, pois os processos de fabricação do disco são bem mais modernos. Os riscos e gordura dos dedos são mais toleráveis no disco Blu-Ray.

Já, a parte das regiões dos discos Blu-Ray é diferente da dos DVDs, distribuindo-se da seguinte maneira:

A ou 1: América do Norte, América do Sul, Ásia (exceto para a China).
B ou 2: Europa, Oriente Médio, África e Oceania.
C ou 3: China, Rússia e Sul da Ásia.

A Blu-Ray Disc Association (BDA) é responsável pelos padrões do disco Blu-ray.

Você pode se aprofundar mais nesse assunto através do seguinte endereço (em inglês):

www.blu-raydisc.com