História da Apple vs. Microsoft

Por Anna Adami
Provavelmente um dos objetos de consumo mais desejados por todos, os computadores da Apple são um inovador conceito de design, tanto pela estética como também pela arquitetura de programação de seus componentes e peças. Todo computador é minuciosamente construído para ser uma potente máquina, super veloz. A Apple conseguiu atingir a fórmula mágica de ser uma das empresas de tecnologia mais respeitadas do mundo.

A história começa no ano de 1976, quando dois fundadores Steve Jobs e Steve Wozniak, jovens apaixonados por tecnologia e novidades, ainda na faculdade decidiram montar um computador, denominado Apple I. Mais tarde, o projeto se aprimorou e os estudantes desenvolveram um circuito mais eficiente, com o lançamento do Apple II, em 1977. Anos mais tarde, com o lançamento do Lisa, um super PC com 1MB de memória RAM e disco rígido de 5MB e monitor de 12 polegadas, agitou o mercado. Este último produto serviu como base para o lançamento em 1984, da linha de produtos conhecida até hoje como Macintosh e o sistema operacional Mac OS. Em 1991 surpreenderam o mercado com o lançamento do PowerBook, e em 1993 o PowerBook G3, um notebook de última geração. Mas no ano 2000, aconteceu a grande virada da Apple, com o produto iPod, um tocador de música portátil com design ultra moderno e funcional. Em 2006, o famoso notebook branco, MacBook é lançado e nesta mesma época, o desejado iPhone.

Entre idas e vindas a empresa, Steve Jobs, foi além de fundador, também o garoto propaganda da marca, com grande destaque para as inovações e sempre antenados a novas tendências, ele e sua equipe sempre foram pioneiros e ditavam a regra do que viria pela frente no âmbito da tecnologia e informática. Antes de seu falecimento, em 2011, Steve Jobs passou o comando da empresa a seu sucessor, Tim Cook.

E como uma não existe sem a outra, a maior concorrente da Apple, para não dizer única, é a Microsoft. Esta eterna rivalidade pode ser compreendida pela genialidade de ambos fundadores, Steve Jobs e Bill Gates. A Microsoft sempre foi comandada pelo seu fundador, ao contrário da Apple, que por determinados períodos esteve sem a presença integral de seu maior tutor.

A Microsoft teve seu início no mesmo período de sua concorrente, no ano de 1975, quando Bill Gates e seu amigo estudante Paul Allen, decidiram fundar uma empresa de nome Microsoft (cujo termo deriva de Microcomputer e Software), o que inicialmente foi criada para desenvolver um software para a empresa IBM rodar em seu computador Altair 8800. Quatro anos depois, a IBM contrata oficialmente a Microsoft para desenvolver seu sistema operacional com a intenção de concorrer com o futuro projeto do computador Lisa, da Apple.

Em 1981, Bill Gates consegue fazer o lançamento do sistema operacional Windows, antes do Apple Lisa, no entanto por problemas de distribuição, o produto só foi comercializado no ano de 1985. O sistema operacional levou o nome de Windows 1.0 e introduziu o periférico Mouse e demais programas para utilização em residências, dentre os principais aplicativos: calendário, bloco de notas, calculadora, relógio e Paint. Somente em 1987 Bill Gates conseguiu aprimorar o sistema, com a compra do PowerPoint e Excel, que foram incluídos ao Pacote Office, juntamente com o MS Word. Com uma expressiva alta em suas vendas, a Microsoft conquistou o mercado doméstico, com a versão do Windows 3.0, 3.1, 95, 98, Vista, XP e 7, além do mais recente sistema operacional na versão Windows 8 e o Tablet Microsoft Surface.

Contudo, as duas gigantes de tecnologia ainda dominam e ditam as tendências dos próximos anos no que diz respeito a informática e tecnologia. Ao passo que uma faz um lançamento a outra já prepara o contra-ataque de um revolucionário produto, para ser a nova febre do mercado. Os próximos lançamentos estão por vir, e os fanáticos pelas duas grandes corporações já estão antenados a espera de suas novidades.

Fonte:
http://www.tecmundo.com.br/video-game/2068-a-historia-da-microsoft.htm
http://www.tecmundo.com.br/apple/2114-a-historia-da-apple-a-marca-da-maca.htm