Linux

O famoso software livre Linux, foi desenvolvido pelo finlandês Linus Torvalds, programador e entusiasta de tudo que envolve tecnologia, enquanto estudava no Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Helsinki. Contou com a colaboração de inúmeros voluntários que utilizaram a plataforma Usenet. Seu desenvolvimento foi inspirado no Minix, e foi projetado sob a licença GPL, por isso o termo Linux é designado ao sistema operacional de utilização e distribuição livres. Seu emblema oficial é o famoso mascote Tux.

O nome Linux foi criado pelo administrador do site chamado ftp.funet.fi, Ari Lemmeke observou a disponibilidade em seu diretório FTP, o núcleo Linux e assim o batizou, embora inicialmente tenha recebido o nome de Freax.

Em 5 de Outubro do ano de 1991, Linus Torvalds disponibilizou a primeira versão do Linux (0.02). Logo no seu lançamento, somente programadores aderiam seu uso, pois só era possível usar linhas de comandos. Atualmente o sistema é mais difundido e inclusive utilizado por várias empresas. Pela estabilidade do Linux, é possível reconhecer a maioria dos periféricos, sem a necessidade da instalação de drivers específicos (rede, vídeo e som). Com a evolução da tecnologia, o software se tornou mais versátil e implementou o LibreOffice (compatível ao Pacote Office da Microsoft), utilizado por pequenas empresas. Além da evolução das interfaces como o GNOME e o KDE, conhecidos pela robustez e dinamismo.

Sua arquitetura é composta por um núcleo monolítico cujas funções são: gerenciar a memória, operar as entradas e saídas e o acesso aos arquivos. Outra característica do Linux é com relação aos drivers de dispositivos e suporte a rede, os quais podem ser compactadas e utilizadas como se fossem módulos ou bibliotecas (LKM em inglês Loadable Kernel Modules), separados pela parte principal, cujo carregamento pode ser ativado após a execução do núcleo.

No quesito portabilidade, o Linux funciona com eficiência em plataformas como x64 da Intel (EM64T e AMD64) PowerPC, Alpha, SPARC, além de ser facilmente instalado nos sistemas embarcados como PVR, celulares, Tv's e Handhelds. Suporta também as extensões RRIP e ZISOFS, Reizer4, ReiserFS, Ext2, Ext3, Ext4, NFS, SWAP, UnionFS, SquashFS e Tmpfs.

A partir da década de 90, ao passo que a distribuição do Linux se popularizou, foi também limitada, pois se torna uma alternativa no uso de software livre, contra os sistemas operacionais da Apple (Mac OS) e Microsoft (Windows). Com o desenvolvimento da internet, tornou-se bastante popular, principalmente no segmento de servidor e desktop, para web e banco de dados.

Fontes:
http://www.linux.org/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Linux

Arquivado em: Informática