Missão Crítica

O Provedor da empresa parou de funcionar ou o acesso ao banco de dados foi interrompido? Se uma destas situações acontecer, possivelmente o sistema de instituições financeiras e grandes empresas entrará em colapso, isso se dá por uma falha no funcionamento dos computadores e para evitar o problema e solucioná-lo, entra em ação o mecanismo de Missão Crítica.

Missão Crítica é um termo designado ao sistema tecnológico, desenvolvido para evitar qualquer tipo de pane nos serviços operacionais (de Informática), e garantir a integridade dos dados. O sistema conta com equipamentos de última geração e o fator determinante para a aplicação deste tipo de tecnologia, é a real necessidade devido ao grau de importância das informações que serão preservadas.

Um exemplo do uso do sistema de Missão Crítica é sua aplicação em uma rede de lojas, a qual não pode em hipótese alguma ficar sem acesso ao banco de dados e sistema operacional, pois esta paralisação afeta diretamente o atendimento ao cliente e interfere suas vendas. Neste caso, a ferramenta permite que o sistema não pare de funcionar, mesmo não se comunicando com a Central ou até mesmo, ativa um equipamento de backup para uso emergencial.

A atuação do Missão Crítica requer uma análise do tempo de paralisação do sistema, bem como de retorno as funções normais, são considerados os termos de uptime e downtime. Uptime define o período em que o sistema permanece em funcionamento e o Downtime sinaliza o tempo do sistema no modo inoperante.

Para operações que requerem um alto investimento em equipamentos da tecnologia de Missão Crítica, os sistemas indicados são: os Tolerantes a Falhas (fault tolerance), onde existe uma máquina de backup automática e o de Alta Disponibilidade (high availability), que utiliza o sistema de espelhamento de HD, semelhante ao do RAID.

Um ponto importante é o quesito Segurança, pois o ambiente de Missão Crítica deve ser totalmente blindado e instalado em um local com proteção contra eventuais incêndios e demais catástrofes, além de possuir climatização especial. O acesso deve ser restrito e o monitoramento constante, com a possibilidade de controle no modo remoto. Toda instalação deve ser planejada e a arquitetura dos fios e cabeamento devem permanecer em um espaço fechado. E para garantir o pleno funcionamento do sistema, se faz necessária a instalação de equipamentos de Nobreak ou até mesmo Geradores.

O sistema ainda conta com controle de acesso de usuários, criptografia, firewall e IDS (Intrusion Detection System), que são Sistemas de Detecção de Intrusos. Um exemplo deste tipo de serviço é a contratação do chamado IDC (Internet Data Center), que oferecem um serviço de aluguel do espaço para a instalação dos equipamentos e a opção de monitorar toda operação das máquinasOutra opção é o serviço de Storage, onde grandes volumes de dados são armazenados de forma segura.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Miss%C3%A3o_cr%C3%ADtica
http://www.infowester.com/missaocritica.php

Arquivado em: Informática, Internet