Netbook

O Netbook faz parte da nova geração de notebooks super portáteis, que apresentam virtudes características. Ele é mais leve, de menor porte e preço reduzido. Seu nome deriva do fato de ser utilizado basicamente para navegar na Internet, acessar os e-mails, pesquisar dados na web, enfim, em tarefas baseadas no universo virtual.

O netbook origina-se do subnotebook - laptop muito pequeno -, expressão elaborada em 1999 pela Psion, conglomerado empresarial que encabeça a produção no segmento da tecnologia de computação móvel. Esta pioneira iniciativa foi retomada pela Intel no primeiro trimestre de 2008.

O Asus Eee PC foi o primeiro produto a ser introduzido no mercado, um notebook singelo, de apenas 7 polegadas, memória reduzida e HD igualmente de baixo potencial; ele foi levado a público em 2007. A Everex apresentou então, em fevereiro de 2008, o modelo CloudBook, inspirado no chipset VIA, que traz em suas instalações o tão celebrado sistema operacional intitulado gOS.

Diferentemente do Asus, ele apresenta um disco rígido em sua estrutura; seu design foi concebido nos moldes do VIA Nanobook, porém aperfeiçoado com um minúsculo touchpad que possibilita uma digitação mais cômoda e veloz, por conta da utilização prática do cursor.

Os netbooks têm, desde seu nascimento, oscilado entre 5 e 13 polegadas, e a tendência é aparecerem computadores portáteis de menor porte e peso mais reduzido. Logo no começo o Eee PC conquistou consumidores em todo o globo, convertendo-se em um sucesso de vendas. Este êxito consolidou a moda dos netbooks, e novos modelos apareceram.

Em tempos difíceis esta máquina é a mais apropriada, por seu baixo custo e sua praticidade. Ela pode realizar as mais diferentes atividades referentes ao mundo virtual. Praticamente todas as marcas que se consolidaram com a venda de notebooks lançaram também um netbook. Somente a Apple ficou fora desta competição, mas rumores afirmam que ela não permanecerá alheia a este mercado por muito tempo.

Os netbooks evoluíram rapidamente; os pioneiros eram estruturados com os lentos processadores Intel Celeron; logo depois apareceram as maquininhas que portavam o Via C7 e atualmente a maior parte delas utiliza o processador mais moderno, o Intel Atom, que apresenta uma boa performance com um custo energético bem reduzido.

Assim como os notebooks, os netbooks também produzem um calor elevado, embora estes pareçam apresentar um maior desconforto neste sentido, pelo menos em alguns modelos. Normalmente, porém, não é difícil suportar esta pequena desvantagem. Outra qualidade importante deste equipamento é que, por seu tamanho, ele pode ser transportado em uma bolsa comum, na mochila do dia-a-dia e, às vezes, inclusive no próprio bolso, sem despertar a percepção alheia.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Subnotebook
http://pt.wikipedia.org/wiki/Netbook
http://brunotorres.net/p/netbook-o-que-e.html
http://investincanada.gc.ca/por/setores-industria/wireless/canadian_leaders/psion_teklogix.aspx
http://rodrigosaraiva.com.br/gos-uma-distribuicao-diferente/

Arquivado em: Informática