Etimologia

Por Ana Paula de Araújo
A palavra etimologia, vem do grego étumos (real, verdadeiro) + logos (estudo, descrição, relato) e significa hoje o estudo científico da origem e da história de palavras.

Etimologia é a parte da gramática que estuda a história ou origem das palavras e da explicação do significado das palavras através de seus elementos (morfemas). Estuda a composição dos vocábulos e a sua evolução.

Para entendermos o porquê de algumas palavras serem grafadas com ‘s’, outras com ‘c’, outras com ‘ss’ e outras com ‘sc’, ‘ç’, ‘sç’, sendo que o som é o mesmo (fonema /s/), precisamos recorrer à etimologia, pois só assim saberemos a origem de cada palavra, o significado da sua raiz, a influência de outras línguas que sofreu ao longo do tempo, etc. Por isso é um estudo tão necessário e importante dentro da linguística.

Além de ser muito interessante, a etimologia pode demonstrar origens comuns das palavras, semelhanças entre línguas diferentes, além de facilitar a nossa compreensão de palavras novas para nós, caso conheçamos a sua raiz.

Por exemplo, se você sabe que a palavra erva vem do latim ‘herba’, facilmente você irá deduzir que um animal herbívoro é aquele que se alimenta de plantas, concorda?

Algumas palavras tem origem em outras línguas, ou foram adaptadas de uma língua para outra como é o caso das palavras ‘beef’ (inglês) que foi adaptada para o português ‘bife’. Este é um exemplo mais atual, mas por meio de antigos textos pode-se reconstruir a história das palavras de modo a descobrir estruturas morfológicas de línguas que nem mais são utilizadas (línguas mortas) como é o caso do latim. A partir deste estudo minucioso, podemos descobrir as origens das formas linguísticas, como os significados foram se modificando, quais eram as regras de escrita que iam também se modificando, dentre muitas outras informações.

Por exemplo, algumas palavras da língua portuguesa eram escritas com ‘ph’, que tinha o mesmo som da letra ‘f’ (inexistente no grego). Hoje não temos mais palavras com ph com som de F, pois todas elas foram modificadas e são atualmente grafadas com ‘f’.

As palavras, assim como as línguas, sofrem ciclos semelhantes ao dos seres vivos: nascem, quando uma pessoa ou comunidade cria uma nova palavra, crescem, quando esta palavra é difundida e passa a ser dicionarizada, se reproduzem, quando começam a dar origem a outras palavras, e muitas vezes morrem, quando se tornam tão ultrapassadas que as pessoas abandonam o seu uso. A Etimologia, portanto, emprega esforços em estudar todos estes aspectos da língua e é indispensável para o conhecimento da mesma.

Fontes:
http://www.sk.com.br/sk-hist.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Etimologia
http://origemdapalavra.com.br/#home_desc