Escritores do Gênero Romance

O romance dos tempos modernos descende da epopeia; é basicamente um estilo narrativo, tal como o conto e a novela. Não é explícita a distinção entre este gênero e o romance, porém nesta modalidade desenrolam-se diversas façanhas análogas, ao passo que na novela há uma conexão de práticas individuais. Ele também se diferencia por permitir que um ser fictício ingresse na trama, desempenhe sua tarefa e logo após saia de cena; e por sua conclusão não ser o ápice do enredo. Este estilo literário ficou vinculado ao Romantismo por ser eleito a expressão preferida após a eclosão deste movimento. Mas o Realismo também alicerçou suas bases sobre ele, já que somente o romance oferecia o meio apropriado para as descrições detalhadas das questões sociais. Pode-se afirmar que a publicação do clássico Dom Quixote de La Mancha, de Cervantes, em princípios do século XVII, marcou o início do romance moderno. Porém, foi com Balzac e depois com Proust, Joyce e Faulkner, que romperam a sequência cronológica, que este gênero atingiu a maturidade e seu apogeu.

Autores e Obras de romances

  • Lycia Barros: A Bandeja. Qual Pecado te Seduz?; Uma Herança de Amor; A Garota do Outro Lado da Rua; Tortura Cor de Rosa; Entre a Mente e o Coração.
  • Lu Piras: Equinócio, a Primavera; Polaris, o Norte; Renascer, o Sol; Missão, o Futuro; A Última Nota (com Felipe Colbert).
  • Maurício Gomyde: O Mundo de Vidro; Ainda Não te Disse Nada; O Rosto que Precede o Sonho; Dias Melhores Pra Sempre.
  • James Joyce: Ulisses; Dublinenses; Retrato do Artista quando Jovem; Exilados; Finnegans Wake.
  • Miguel de Cervantes: O engenhoso fidalgo dom Quixote de La Mancha.
  • Marcel Proust: Série Em Busca do Tempo Perdido: No Caminho de Swann; À Sombra das Raparigas em Flor; O Caminho de Guermantes; O Tempo Redescoberto.
  • João Guimarães Rosa: Grande Sertão: Veredas; Sagarana; Primeiras Histórias; Corpo de Baile; Tutaméia – Terceiras Estórias.
  • William Shakespeare: Romeu e Julieta; Sonhos de uma Noite de Verão; A Megera Domada; Antônio e Cleópatra; Otelo, o Mouro de Veneza; Hamlet; A Tempestade.
  • Clarice Lispector: A Hora da Estrela; A Descoberta do Mundo; A Paixão Segundo G. H.; Felicidade Clandestina; Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres.
  • Nicholas Sparks: Diário de uma Paixão; Um Amor para Recordar; Uma Curva na Estrada; O Guardião; À Primeira Vista; Querido John; Um Homem de Sorte; A Última Música; Um Porto Seguro.
  • Cassandra Clare: Série Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos; Cidade de Vidro; Cidade dos Anjos Caídos; Cidade das Almas Perdidas; Série As Peças Infernais: Anjo Mecânico; Príncipe Mecânico; Princesa Mecânica. 

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Romance
http://www.lyciabarros.com.br/blog/
http://www.lupiras.com/#!a_serie/cee5
http://www.mauriciogomyde.com/
http://diariograsiela.wordpress.com/2007/09/24/os-100-melhores-livros-da-literatura-universal-segundo-a-folha-de-sao-paulo/
http://www.claricelispector.com.br/obras.aspx
http://nicholasbrasil.com.br/livros/

Arquivado em: Literatura