Gênero literário

Por Ana Paula de Araújo
A literatura é manifestada no mundo da arte através da PALAVRA, seja ela falada ou escrita. Quanto à forma, o texto literário pode aparecer em verso ou em prosa. Quando falamos em gêneros literários, estamos falando do conteúdo e da estrutura do texto. Dependendo de como se estruturam, e do seu conteúdo, os textos literários são divididos em três gêneros literários: LÍRICO, ÉPICO e DRAMÁTICO.

Esta divisão existe desde os artistas clássicos, tendo origem na Grécia através de Aristóteles e subsistindo até hoje.

Atualmente, porém, para fins didáticos, alguns autores desmembram do gênero épico, o gênero narrativo (ficção), no qual se encaixam as narrativas em prosa.

Outros autores, ainda, denominam também o chamado gênero DIDÁTICO, que engloba todos os textos que não são produzidos como literatura, mas com o  objetivo de serem utilizados para fins didáticos.

Vejamos os três principais gêneros literários:

GÊNERO LÍRICO: vem da palavra “lira”, o instrumento musical utilizado pelos gregos para acompanhar seus cantos. Por muito tempo as poesias eram cantadas, mas depois veio a ser produzida para ser declamada, sem o acompanhamento do instrumento musical. Não perdeu, porém, a musicalidade, e até hoje faz uso de recursos como rima, rítmica, métrica, estrofes e versos, combinações de palavras, figuras de linguagem, dentre outros recursos que são essencialmente musicais. A poesia moderna trouxe muitas novidades, desprendendo-se destes recursos e abraçando o verso livre, sem rima, sem métrica, com estrofes irregulares.

O gênero lírico caracteriza-se também por expressar emoções, sentimentos e sensações, sendo um texto subjetivo. A grande maioria das poesias pertencem a este gênero, mas podem também pertencer ao gênero épico, dramático ou narrativo.

Vejamos as principais poesias pertencentes ao gênero lírico: Ode, hino, elegia, idílio, écloga, epitalâmio, sátira.

GÊNERO DRAMÁTICO: vem da palavra “drama” que, em grego, significa “ação”. Compreende os textos feitos para serem representados (encenados), pressupondo a existência de um público e de atores que farão a representação do texto. Dentro do gênero dramático, encontramos as seguintes modalidades: tragédia, comédia, tragicomédia, farsa.

GÊNERO ÉPICO: vem do grego “épos” (verso) + “poieô” (faço), e faz referência à narrativa feita em forma de versos. Geralmente conta histórias de fatos grandiosos e heróicos sobre a história de um povo. Tem como característica a presença de um narrador que fala do passado, o que faz com que os verbos apareçam no tempo pretérito.

GÊNERO NARRATIVO: Nasceu do gênero épico, mas foi separado deste por conta da estrutura. Neste caso, as narrativas não são apresentadas em versos, e sim em prosa. As principais manifestações literárias deste gênero são o romance, a novela e o conto.