Poetas Europeus

Ao longo da era medieval a criação literária conectou-se nitidamente com os mecanismos de natureza sócio-política. Foi uma época de domínio dos povos bárbaros, quando a população, em pânico, fugiu para o campo; esse foi o maior obstáculo à geração de produtos literários entre os séculos V e X. Boa parte das pessoas nem mesmo sabia ler ou escrever, e os livros eram raros. A partir do Renascimento vários movimentos se sucederam no continente europeu. O Romantismo se originou na Alemanha e nasceu para se contrapor ao predomínio da Razão entre os iluministas. Kant, com sua gélida filosofia racional, foi sucedido por uma juventude alemã disposta a mergulhar nas emoções, no fantástico, na experiência e na melancolia. A poesia moderna iniciou-se oficialmente com Charles Baudelaire após 1848. Neste mesmo século ela se perpetuou nas obras de Rimbaud e Mallarmé e desembocou na era das vanguardas do século XX, entre elas o ExpressionismoFuturismoCubismo e Surrealismo. Depois teria início um período conhecido por alguns como contemporâneo e por outros como pós-moderno. Alguns estudiosos preferem ver a literatura atual como uma sequência da produzida no Modernismo.

Poetas europeus e suas obras

  • Lord Byron: Horas de Lazer; Poetas Ingleses e Críticos Escoceses; A Peregrinação de Childe Harold; O prisioneiro de Chillon; Manfred; Beppo; Don Juan.
  • Dante Alighieri: A Divina Comédia; Sobre a Língua Vulgar; Vida Nova; As Rimas; Éclogas; Canzioneri.
  • William Shakespeare: Sonetos.
  • Luís de Camões: Os Lusíadas; Rimas; Auto de Filodemo.
  • Francesco Petrarca: Canzoniere; Trionfi; Meu Livro Secreto; De Vita Solitaria.
  • Bocage: A Morte de D. Ignez; A Pavorosa Illusão; A Virtude Laureada; Elegia; Improvisos de Bocage; Mágoas Amorosas de Elmano.
  • William Blake: Songs of Innocence; Book of Thel; A Song of Liberty; The Marriage of Haven and Hell; Songs of Experience; The Song of Los; Milton; Everlasting Gospel; Jerusalem.
  • Coleridge: A Balada do Velho Marinheiro; Kubla Khan; Cristabel.
  • William Wordsworth: Baladas Líricas; Simon Lee; We are Seven; Lucy Gray; The Two April Mornings; The Solitary Reaper; My Heart Leaps Up; London.
  • John Keats: Adressed to the Same; After dark vapours have oppressed our plains ; To a Cat; The Eve of St. Agnes; Fancy; Staffa; To Lord Byron.
  • Charles Baudelaire: As Flores do Mal; Os Paraísos Artificiais;Pequenos Poemas em Prosa; Miudezas.
  • Mallarmé: L'après-midi d'un faune ; Verso e Prosa; Um Jogo de Dados; Vers de Circonstance; Poésies; Igitur.
  • Arthur Rimbaud: Uma Estação no Inferno; Iluminações; O Barco Ébrio.
  • Fernando Pessoa: Mensagem; Tabacaria; Poemas Completos de Alberto Caeiro; Livro do Desassossego.

Fontes:
http://faroldasletras.no.sapo.pt/romantismo.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Poesia_moderna
http://www.suapesquisa.com/pesquisa/lord_byron.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dante_Alighieri#Obras
http://literatortura.com/2012/10/a-hora-do-poema-arthur-rimbaud/#.Ui0fP9LLB8E

Arquivado em: Literatura