Prêmio Hugo

O prêmio Hugo (Hugo Awards) é o mais importante prêmio de ficção científica do mundo.

Criado em 1946, em homenagem ao pai da ficção científica moderna, Hugo Gernsback criador da legendária revista Amazing Stories (a primeira publicação do mundo especializada em ficção científica e que em muito contribuiu para a popularização e consolidação do gênero), o Prêmio Hugo consagra anualmente as melhores publicações, editores, revistas e promessas do gênero.

O prêmio é concedido durante a Convenção Mundial de Ficção Científica (World Science Fiction Convention) onde são distribuídos prêmios para doze categorias incluindo melhor romance e história curta (ou conto).

O primeiro ganhador do prêmio Hugo, em 1946, foi ninguém menos que Isaac Asimov (Eu Robô, O Homem Bicentenário, etc.) com a obra The Mule, publicada na revista Astouding Science Fiction (outra gigante do gênero) em 1945. Outro ganhador do prêmio no mesmo ano e que vale a pena mencionar (os outros também valem, é claro, mas para simplificar...) foi George Orwell com a obra Animal Farm.

Houve outras edições do prêmio em 1951 (o ganhador da categoria principal foi Robert A. Heinlein com Farmer in the Sky), 1953 (Alfred Bester com The Demolished Man), 1954 (Ray Bradbury com Fahrenheit 451) e, a partir de 1955 o prêmio Hugo passou a ser oferecido anualmente.

Embora o prêmio já existisse antes de 1955, seu início oficial se dá com a criação da World Science Fiction Society (Sociedade Mundial de Ficção Científica) no mesmo ano e que até hoje é a responsável pela organização do prêmio.

Os ganhadores do prêmio em 2009 podem ser vistos no site oficial:

Veja também outra premiação da ficção científica:

  1. Prêmio Nebula

Arquivado em: Literatura