A Aprendiz

Neste segundo volume da trilogia O Clã dos Magos Sonea enfrentará desafios em várias frentes, alguns deles letais. Excluída socialmente no meio em que se encontra, continua a ser desprezada e discriminada por seus companheiros. No primeiro livro ela conquistou a cumplicidade de Lorde Dannyl, mas agora este influente mago tornou-se Embaixador e nesta posição é obrigado a ir para a corte de Elyne.


Sem o precioso aliado ao seu lado, a protagonista fica nas mãos de seus pares, sujeita a rumores e intrigas disseminados por toda parte. Enquanto isso Dannyl se depara com eventos que marcaram o pretérito do Lorde Supremo; a busca incessante de dados contidos em estudos de Akkarin sobre a magia ancestral parece indicar que ele tem alguma conexão com artes mágicas sombrias. Estas pesquisas foram deixadas de lado, o que as torna ainda mais suspeitas.

Agora, porém, o Sumo Senhor aparece e modifica completamente o cenário. Se por um lado Sonea tem seu amparo, por outro lado é obrigada a ocultar seus segredos mais sinistros. E Dannyl tem que alterar seus projetos quando suas descobertas o conduzem a um patamar inesperado e fatal e um criminoso entra em cena. Neste momento a maior provação é permanecer vivo.

De forma corajosa a autora aborda aqui a polêmica questão da homossexualidade e a intensa discriminação que a envolve, sem poupar o leitor de suas repercussões na vida social e também na esfera religiosa. Ela resiste à tentação de reservar um espaço secundário a este tema.

Sonea tem a chance de viver a experiência da primeira paixão. A trama é, então, temperada com um pouco de romance desta vez, embora Trudi não cometa excessos neste quesito; ela prefere sempre mesclar os elementos presentes em sua narrativa com o máximo de moderação.

Paralelamente seu aliado se esforça para entender o próprio passado e tenta aprender a trabalhar com estes acontecimentos. Mais uma vez o livro envolve de tal forma o leitor que ele simplesmente não consegue abandoná-lo. É certamente a dica ideal para quem ama o gênero fantástico.

Trudi Canavan ingressou na jornada literária no ano de 1999. Nesta ocasião ela lançou sua primeira narrativa e conquistou um Aurealis Award na categoria de melhor conto fantástico. Sua estréia na ficção fantástica se deu com A Trilogia do Mago Negro. Por meio desta série a autora alcançou renome internacional.

Sua trilogia Age of Five se tornou também um best seller no veículo Sunday Times. A escritora reside em Melbourne, na Austrália, ao lado de seu companheiro. Ela ocupa seu tempo com o tricô, a pintura e a literatura.

Fontes:
http://www.blognovoconceito.com.br/a-aprendiz-trudi-canavan/
http://livrosecitacoes.com/resenha-novo-conceito-a-aprendiz-trudi-canavan/
http://www.editoranovoconceito.com.br/autores/detalhe/323,Trudi-Canavan

Arquivado em: Livros