A Arte do Jogo

Henry Skrimshander tem um ideal. Ele quer ser um jogador de beisebol célebre. Além disso, deseja que seus familiares compreendam sua escolha. E, de quebra, batalha para se sobressair no torneio da temporada e, assim, angariar a consideração dos outros por meio de seu dom para o esporte.

Gradualmente o protagonista conseguiu atingir cada um desses sonhos. Então ele foi incorporado ao time de beisebol do Westish College. Nesta equipe ele é visto como um exímio desportista, o astro do futuro. Porém, tanto quanto a existência humana, o esporte também é imprevisível.

O protagonista falha em um de seus ataques. Henry nunca irá tirar de sua mente este arremesso, o momento em que errou e seus resultados. Com certeza ele jamais imaginou que uma jogada em um torneio de beisebol pudesse interferir na existência de alguém, de forma edificante ou não.

A existência não será mais como antes para Guert Affenlight, o reitor da faculdade. Há muito tempo ele está sem ninguém e, de repente, seu coração desperta para o amor. Sua filha, Pella Affenlight, deu um fim ao matrimônio destruído e voltou para a Westish, onde esta história é ambientada. Outro personagem medita sobre suas escolhas, o capitão do time, Mike Schwartz. Teria sido um bom investimento se devotar a Henry?

O erro de Henry é somente o evento que desencadeia mudanças em um grupo composto por cinco personagens. Os elos de fé e lealdade entre eles se ressentem desse desacerto do protagonista. A partir de então o destino dessas criaturas será deslocado do planejamento inicial.

Nesse livro o autor enfoca esse tema como fundamento para uma história que transmite ao leitor um discurso de esperança e que debate sobre a aflição e os receios. Ele nos envolve de tal forma, que logo estamos buscando várias opções para cada personagem. É um livro com um final aberto.

A Arte do Jogo é publicado no Brasil depois de ser elogiado pelos críticos dos jornais e revistas mais importantes dos Estados Unidos e da Europa. Ele foi indicado em 2012 ao Guardian First Book Award deste ano. E conquistou também o status de melhor livro de 2011 pela Amazon, além de ser posicionado entre os 10 melhores do mesmo ano pelo jornal The New York Times.

Chad Harbach passou parte da sua vida em Wisconsin. Ele realizou seus estudos em Harvard e na Universidade da Virgínia. O autor é um dos fundadores e editores da revista n+1.  Este livro conquistou a crítica literária.

Fontes:
http://www.cadernodeeducacao.com.br/news/a-arte-do-jogo/
http://www.intrinseca.com.br/site/2013/10/o-jogo-da-vida/

Arquivado em: Livros