A Assinatura de Todas as Coisas

A autora já conquistou inúmeros leitores em todo o Planeta com livros como Comer, Rezar, Amar e Comprometida. Agora ela apresenta ao leitor outro sucesso apaixonante. Aqui Elizabeth retrata a incrível trajetória de uma mulher do século XIX que estava muito além da época em que viveu.


Alma Whittaker, que nasceu na guinada dos anos 1800, nos Estados Unidos, estava decidida a ir até o fim do mundo para decifrar não apenas os profundos mistérios da natureza, porém igualmente do coração. Ela era filha de um destemido especialista em botânica que edificou sozinho um dos maiores impérios da Filadélfia.

A protagonista era movida desde cedo pelo desejo de experimentar e aprender. Ela foi educada com severidade pela mãe, de origem holandesa. Pouco a pouco a jovem se dedicou à mesma paixão paterna. Por conta própria ela se devotou às pesquisas das Ciências Naturais.

No campo afetivo, porém, ela se decepcionou. Sempre discreta e reclusa, Alma teve um encontro que mudou sua vida. Ela conheceu um rapaz idealista, talentoso desenhista de orquídeas. O garoto também era encantado por tudo que o cercava. Aí se inicia um complexo e sombrio relacionamento. Por esse homem Alma irá até os limites extremos do Planeta, enveredando por um universo desconhecido, para saber mais sobre seu amado e também acerca da própria vida natural.

A autora exercita um texto ágil e sedutor, traçado após um estudo detalhado sobre a época. Pelas páginas deste livro circulam figuras imemoriais: missionários, defensores da liberdade dos escravos, homens audaciosos, outros geniais e malucos, idealistas e extravagantes. Elizabeth transpõe o leitor para outros tempos e culturas.

É uma história vibrante na qual a autora comprova sua maestria na composição de uma narrativa densa e madura. Ela convida o leitor a mergulhar nas mais fantásticas proezas e no conhecimento de um universo até então não explorado. Elizabeth alia o texto sofisticado de um clássico do século XIX a temáticas típicas do mundo contemporâneo: a convergência entre ciência e fé, a luta para concretizar os ideais femininos e o ambíguo desenvolvimento do empreendimento farmacêutico.

Elizabeth Gilbert Lambiasi nasceu no dia 18 de julho de 1969. Ela é uma autora norte-americana, famosa por seu livro Comer, rezar, amar, de 2006, no qual narra suas memórias. No mês de fevereiro de 2010 ele permanecia já há 158 semanas entre os mais vendidos do New York Times e acabou virando filme neste mesmo ano. Também constam de seu currículo os contos Peregrinos, o romance Sobre Homens e Lagostas, o livro memorialista Comprometida, entre outros.

Fontes:
http://www.skoob.com.br/autor/354-elizabeth-gilbert
http://www.objetiva.com.br/livro_ficha.php?id=1329

Arquivado em: Livros