A Corrida de Escorpião

Thisby é uma ilha famosa por um fenômeno inusitado, a Corrida de Escorpião. Nesta competição acirrada, corajosos e intrépidos cavaleiros desafiam o destino. Eles são obrigados a vencer não apenas os concorrentes, mas principalmente seus temores e os cruéis e selvagens Capaill Uisce, animais peculiares, dotados de uma beleza singular e preparados para matar.


Eles saem das águas do mar Scorpio todos os anos na mesma ocasião, em novembro, mês da celebrada disputa, quando os humanos caçam estes cavalos para com eles estabelecer uma parceria arrebatadora e muitas vezes letal, pois nem todos os participantes chegam vivos ao final desta empreitada.

Puck Connolly ama a ilha na qual nasceu, apesar do trágico evento que tirou a vida de seus pais, mortos por um Capaill Uisce. Em virtude disso, seu irmão Gabe alimenta o desejo de abandonar sua terra natal. A protagonista só encontra uma forma de adiar esta partida, ser a vencedora da Corrida dos Escorpiões, angariando assim os recursos financeiros necessários para preservar a companhia do único sobrevivente de sua família.

Certamente a jovem, primeira representante do sexo feminino a concorrer nesta prova, terá que se defrontar especialmente com o preconceito. E seu principal adversário na corrida é Sean Kendrick, um órfão de dezenove anos, funcionário de um haras. O rapaz tem um talento único para amansar estes seres ferozes. Desta vez ele vai competir com um cavalo d’água, Corr.

Neste livro Maggie mais uma vez conduz o leitor a um contexto extremo, no qual amor, natureza e existência convergem e somente os mais valentes têm a oportunidade de viver. Seu texto é singular, flerta sempre com a poesia e transpira fortes emoções. Os personagens são bem estruturados e, com suas singularidades, tornam-se inesquecíveis.

Como nos livros anteriores, ela desenvolve sua narrativa sob o ângulo de diferentes personagens. Assim podemos ter uma maior perspectiva da trama e nos familiarizar com cada um deles. Este livro conquistou elogios dos críticos e foi considerado um dos melhores do ano por vários veículos literários, entre eles New York Times, Publishers Weekly, School Library Journal, The Horn Book e Kirkus Reviews.

Maggie Stiefvater é autora norte-americana de grande sucesso. E todas as noites ela atua como artista. A Corrida de Escorpiões conquistou o prêmio Michael L. Printz, outorgado uma vez por ano à melhor obra juvenil pela Associação Americana de Bibliotecas. A escritora reside no estado da Virgínia ao lado de seu esposo, dos dois filhinhos, de dois cães e de um felino. É a criadora da famosa saga Os Lobos de Mercy Falls.

Fontes:
http://www.psychobooks.com.br/2012/09/resenha-a-corrida-de-escorpiao.html
http://www.veruseditora.com.br/livros_detalhes.cfm?id_livro=9788576861843

Arquivado em: Livros