A Estrela Mecânica

Nesta obra o autor levanta questões essenciais para os dias em que vivemos. Se hoje nosso mundo deixasse de oferecer as condições necessárias à sobrevivência do Homem, que caminhos o ser humano trilharia? Em que pontos do Universo ele encontraria água e alimento? A quem se uniria na luta para preservar sua vida?


É neste contexto que Tiago ambienta sua trama, direcionada ao público infanto-juvenil, especialmente aos apaixonados pela ficção científica e por RPG. Nesta narrativa homérica, estruturada em duas partes, ele retrata a trajetória de uma nova esfera, repleta de desafios e eventos similares aos vividos atualmente em nosso Planeta.

Volta Maior é um território pacífico, habitado pelos protagonistas, os irmãos Gmin e Batur Ojas. Uma repentina invasão de seres voadores em estranhas pirâmides modifica os rumos desta civilização e insere equipamentos nunca antes vistos neste universo, uma alimentação totalmente diferente e outros meios de existência, desestabilizando assim a rotina dos moradores de Spíten e da sua capital, o centro urbano conhecido como Íbola.

Enquanto Batur é um valente combatente exercitado em Íbola, e conquista o único feito heróico na luta contra os inimigos, Gmin é um singelo camponês, habituado apenas ao cultivo da terra; além disso, nunca se ausentou de sua propriedade, e mesmo assim se une ao irmão na batalha.

Os dois dão início a uma longa jornada, repleta de aventuras e peripécias. No caminho eles se deparam com incríveis paisagens, florestas ornadas pelos raios solares, trilhas rochosas, montanhas, fortalezas e fortificações. Conhecem a linda Abe e finalmente descobrem a identidade dos adversários. Percebem surpresos que seu Planeta é mais intrincado do que poderiam conceber.

O autor mescla lances surpreendentes, inovações tecnológicas, tradições, passagens engraçadas, expressões do belo, devastação e inúmeros elementos fantásticos em seu caldeirão mágico. E o toque vital é a inserção de mais de 60 imagens compostas em duas cores: preto e amarelo.

Minuciosas e suntuosas, elas seduzem o leitor com suas linhas e traçados incomuns e são inspiradas por composições que abrangem desde o produtivo repertório de imagens indiano até o minimalismo japonês. O autor obtém, desta forma, uma história épica na qual a união da linguagem textual e das ilustrações cria uma obra rara.

Tiago de Melo Andrade nasceu em São José do Rio Preto, município de São Paulo, mas hoje reside em Uberaba, cidade de Minas Gerais. Ele cursou História e se graduou em Direito. Sua trajetória literária é bem precoce, pois aos 22 anos já conquistava o Prêmio Jabuti como Autor Revelação de 2001. O escritor tem em seu currículo mais de vinte e quatro livros publicados.

Kael Santana de Lima, responsável pelas ilustrações do livro, nasceu no ano de1987, em Santos, cidade litorânea de São Paulo. Sua inspiração vem das representações gráficas do Oriente, do movimento surrealista, da art nouveau e da street art. Seus primeiros suportes artísticos foram as carteiras escolares. Atualmente seus desenhos são meios de expressão emocional, de criticar e reproduzir o inusitado universo que habitamos.

Fonte:
http://editoramelhoramentos.com.br/imprensa/a-estrela-mecanica/

Arquivado em: Livros